Home > Notícias

Estudo aponta Brasil com a 45ª melhor banda larga entre 66 países

País melhora no índice Broadband Quality Scores, das universidades de Oxford e Oviedo, mas aparece atrás de Grécia, Irlanda, Ucrânia e Catar.

Redação do IDG Now!

01/10/2009 às 10h26

Foto:

O Brasil atingiu a 45ª posição em um ranking sobre qualidade mundial da banda larga elaborado de maneira conjunta entre as universidades de Oxford e de Oviedo, que conta com a participação de 66 países.

O ranking, divulgado nesta quinta-feira (1/10) afirma que o país atinge 24 pontos no índice Broadband Quality Scores (BQS), usado pelas universidades para indicar quais os mercados com a melhor banda larga. Em 2008, o Brasil ficou com a 38ª posição entre 42 países.

O índice BQS é calculado pelas universidades usando como base a velocidade para baixar e publicar arquivos e a latência das conexões de banda larga, usando como base informações do serviço Speedtest.net entre os meses de maio de 2008 e 2009.

A pontuação do Brasil está abaixo dos 30 pontos médios registrados pelo estudo e coloca o País atrás de Estônia, Canadá, Grécia, Irlanda, Ucrânia e Catar, entre outros. Países em posição pior que o Brasil contam com Argentina, Arábia Saudita, México e Paquistão.

Se considerarmos a relação entre qualidade e penetração da banda larga, o Brasil se sai ainda pior no ranking, ficando com a 53ª posição, ainda que a participação das conexões rápidas tenha ido de 16% em 2008 para 19% neste ano.

Entre as cidades brasileiras com melhor qualidade na conexão banda larga aparecem Salvador (122ª), Belo Horizonte (133ª), Brasília (135ª), São Paulo (139ª) e Rio de Janeiro (147ª).

A Coreia do Sul aparece como novo líder do ranking após apresentar a maior variação em comparação a 2008, saltando de 38,25 pontos no ano passado para 65,99 pontos, ultrapassando Japão e Suécia.

A América Latina foi a região que menos avançou na comparação entre 2008 e 2009, com melhoria de 8,5% nos coeficientes médios de seus seis países. A Europa Central e do Leste, cujo índice atingiu 38,2, aumento de 26,7% na relação com 2008.

O estudo considera que países com banda larga preparada para o avanço do mercado registraram índice de 50 pontos e têm conexões com velocidade média de 11,25 Megabits por segundo (Mbps). Na lista de 2009, apenas Coreia do Sul, Japão, Suécia e Lituânia ultrapassam a faixa.

Segundo a pesquisa Barômetro Cisco de Banda Larga, realizada pela consultoria IDC Brasil sob encomenda da Cisco, o Brasil atingiu 13,6 milhões de conexões de banda larga no primeiro semestre de 2009, incremento de 16% em relação ao final de 2008.

Além de indicar penetração de 5,8% da banda larga entre os brasileiros, a pesquisa mostrou também avanço na qualidade das conexões nacionais, com aumento na adoção de planos com maior velocidade.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail