Home > Notícias

Estudo diz que crise foi pior para empresas sem gestão de riscos

Para Ernst & Young, conselhos de administração deveriam ser menos burocráticos e mais rigorosos se querem evitar surpresas financeiras desagradáveis.

Redação CIO Brasil

29/12/2009 às 16h18

Foto:

O relatório 'Meeting today's financial challenges', feito pela empresa de auditoria e consultoria Ernst & Young com o intuito de mapear os desafios financeiros das organizações, aponta que muitas empresas foram atingidas de forma mais severa pela recente crise econômica internacional por conta da falta de planos eficazes para monitorar e mitigar o impacto de riscos externos.

Um dos motivos para esse cenário, de acordo com o diretor da Ernst
& Young Antonio Cocurullo, está no fato de que a maioria dos
conselhos de administração e comitês de auditoria das empresas trata a
gestão de riscos de forma burocrática.

>> Conheça o estudo em detalhes na CIO Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail