Home > Notícias

Estudo mostra queda na venda de Macs em novembro

NPD Group diz que a venda de Macs caiu 1% em novembro em relação ao mesmo mês em 2007, enquanto vendas de PCs cresceram 7% no período.

Gregg Keizer, Computerworld/EUA

16/12/2008 às 18h01

Foto:

Em novembro, a venda de Macs no varejo norte-americano caiu 1% em relação ao mesmo mês em 2007, e as vendas de PCs com Windows cresceram 7%, de acordo com um estudo do NPD Group divulgado hoje (16).

A pequena queda significa uma mudança para a Apple, que manteve até outubro um crescimento significativo acima da média da indústria de PCs e, se as vendas se mantiverem baixas em dezembro, isso pode levar a companhia a cortar preços, segundo Stephen Baker, analista do NPD.

“A Apple não está imune à economia”, disse Baker. “E não está imune a ter uma linha de produtos que fica desatualizada”, afirmou.

Os compradores de novos desktops em novembro aparentemente concordam com esse ponto de vista. Segundo os dados do NPD, que recolhe informações de varejistas online e off-line, as vendas apenas de desktops Mac caíram 38% em novembro quando comparadas ao mesmo mês em 2007. As vendas de PCs com Windows também caíram, mas apenas 15%.

“A média de preços da Apple para desktops é mais que o dobro da média do mercado”, disse Baker, notando os preços altos da linha iMac, que custa a partir de 1.199 dólares nos Estados Unidos. “Se você olhar para a linha de produtos da Apple e perguntar onde está a falha, qualquer um vai responder que é o iMac”, completou.

A atual linha de iMacs teve poucas modificações desde seu lançamento, em agosto de 2007.
Entretanto, os notebooks continuam em destaque na Apple. A venda de portáteis cresceu 22% em relação a novembro de 2007, ultrapassando a média de 15% de crescimento dos notebooks com Windows. Só que a fatia de mercado de vendas de notebooks da Apple caiu de 20,9% (em outubro) para 14,8% em novembro. O NPD Group credita a mudança ao lançamento dos novos MacBooks em meados de outubro.

E dezembro pode ser um problema para a Apple, já que a companhia não costuma oferecer promoções como as do mundo Windows, na opinião do analista. As ofertas da “Black Friday” (sexta-feira de descontos após o feriado de Ação de Graças nos EUA) foram descontos de 8% nos notebooks e 4% para alguns desktops, e logo depois os preços voltaram ao padrão nas lojas da Apple.

Em outro comentário, Baker disse que as vendas de netbooks abaixo de 500 dólares foram apenas “hype” e representaram menos de 5% das vendas de notebooks em novembro. Outro analista de mercado diz que a Apple irá lançar um netbook em janeiro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail