Home > Notícias

Estudo mostra que internautas vêem mais vídeo online no trabalho

Relatório da Nielsen indica que 65% dos norte-americanos assistem vídeos online durante expediente, contra 51% em fins de semana.

Redação do IDG Now

18/12/2008 às 12h09

Foto:

A maior parte da audiência de vídeos online acontece entre 9h e 17h de segunda-feira a sexta-feira. Isso sugere que esses vídeos sejam vistos pelos internautas nas empresas, durante o horário de trabalho.

Esté é o resulta do um estudo divulgado nesta quarta-feira (17/12) pela Nielsen Online. Segudo o relatório, 65% de todos os entrevistados assistem vídeos durante as horas de trabalho semanais.

A taxa cai para 51% entre aqueles que afirmaram entrar em serviços como YouTube, Vimeo ou DailyMotion para ver vídeos de 6h as 20h durante o sábado ou domingo.

O horário pós-expediente também é bastante popular para a reprodução de vídeos - 49% dos entrevistados afirmou consumir o conteúdo entre 17h e 20h. Durante as madrugadas semanais, o índice cai para 25%.

A consultoria também divulgou que o número de vídeos online reproduzidos em outubro ficou praticamente estável em relação a setembro - de 8,8 bilhões para 8,9 bilhões, diferença negativa de 3%. Por outro lado, a média de reproduções por usuário cresceu de 71,2 para 73,7 vídeos.

O YouTube continua líder folgado do setor, com reprodução de 5 bilhões de vídeos e 82 milhões de usuários únicos. A Fox Interactive Media, divisão da Fox responsável pela rede MySpace, aparece em segundo, com 244 milhões de exibições e 18 milhões de usuários.

Lançado em 2007, o Hulu aparece em terceiro lugar, com 206 milhões de vídeos vistos por 9 milhões de usuários únicos. O ranking conta ainda com MSN/Windows Live (183 milhões de vídeos), Nickelodeon Kids and Family Network (181 milhões), NBC Universal (175 milhões) e Yahoo! (169 milhões).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail