Home > Notícias

Estudo: sim, o iPad pode ser difícil de usar!

Falta de critério entre os aplicativos desenvolvidos, em relação às funcionalidades da interface, deixa novos usuários confusos

PC World / EUA

11/05/2010 às 15h51

Foto:

Um estudo realizado pelo especialista em usabilidade com Ph.D. na interação homem-computador, Jakob Nielsen, revela que, apesar de sua famosa interface sensível ao toque,  o iPad também é capaz de deixar atormentar usuários. Mas os "culpados" por isso costumam ser os aplicativos, geralmente desenvolvidos por terceiros. Nielsen relata que problemas de navegação são comuns, vindos das inconstantes interfaces dos softwares, além de alguns usuários que fazem gestos acidentais.

Ele estudou o comportamento de sete usuários no tablet, todos com pelo menos três meses de experiência com o iPhone. Embora os resultados sejam preliminares, o especialista diz que é importante levar o estudo adiante, com o crescimento do interesse pelo desenvolvimento de aplicativos.

Veja também:

> 5 dicas para criar um aplicativo matador

ipad_300

iPad é fácil de mexer? Nem sempre...

De fato, os desenvolvedores de aplicativos sentem o peso da culpa no estudo de Nielsen. Os programas nem sempre deixam claro onde os usuários devem tocar, e não há uma linguagem comum para a interação entre várias aplicações. Por exemplo, ao tocar em uma imagem, o usuário poderia ampliá-la, abrir link para detalhes, revelar imagens similares, abrir menu de navegação ou simplesmente fazer nenhuma função. Combinado com toques acidentais e gestos, essas questões podem deixar os usuários em dúvida sobre o que fazer, informa o estudo.

O iPad oferece uma interface diferente, ou seja, novatos precisam de um tempo com o dispositivo para treinar os movimentos de navegação. Mas se eles não tiverem um padrão de uso, a experiência do usuário, tão defendida pela Apple, fica comprometida.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail