Home > Notícias

EUA bloqueiam bens de corretora que roubava senhas de investidores

Segundo a Justiça dos Estados Unicos, a BroCo lucrou mais de US$ 250 mil com o uso indevido de contas de seus clientes.

Daniel dos Santos, para o IDG Now!

17/03/2010 às 8h27

Foto:

 Justiça dos Estados Unidos determinou que fossem bloqueados os bens de uma corretora acusada de manipular ações de 38 companhias presentes na Nasdaq e na bolsa de Nova York.  Segundo a Securities and Exchange Commission dos Estados (a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos), o presidente da BroCo Investments, Valery Maltsev entrou nas contas dos investidores depois de “hackear” seus nomes de usuários e senhas. Com essas informações, ele realizou transações não autorizadas.

Maltsev teria usado essas contas para comprar determinadas ações, inflando seus valores. Com os papéis em alta, ele revendia ações que ele havia comprado anteriormente e lucrava. De agosto de 2009 para cá, só essa ação teria gerado mais de 250 mil dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail