Home > Notícias

EUA: Obama promete investir em tecnologia para aquecer economia

Novo presidente quer informatizar escolas e hospitais, mas foi vago ao detalhar plano para a expansão da banda larga nos EUA.

IDG News Service / Japão

26/01/2009 às 8h40

Foto:

Em seu primeiro discurso semanal como presidente dos Estados Unidos, Barack Obama deu mais detalhes do seu plano de resgate econômico, avaliado em 825 bilhões de dólares. Obama destacou que investimentos em informatização das escolas, energias renováveis e tecnologias para gerenciar o sistema de saúde são essenciais para a recuperação da economia do país. Por outro lado, ele foi vago sobre a expansão do acesso via banda larga nos EUA.

“É um plano que vai criar entre três e quatro milhões de trabalhos ao longo dos próximos anos”, ele disse, acrescentando que seu objetivo é mais do que poupar trabalhos no curto prazo. “Vamos investir em nossas prioridades mais importantes, como energia e educação, e infraestrutura necessária para continuarmos fortes e competitivos no século 21.”

Entre as iniciativas propostas pelo presidente, está a modernização de 10 mil escolas, que oferecerão salas de aula, bibliotecas e laboratórios de ponta para 5 milhões de alunos. Obama também pretende criar incentivos para que os alunos estudem mais ciências exatas.

Ele também disse que pretende usar novas tecnologias para gerenciar melhor o sistema de saúde do país. “Para reduzir os custos de nosso sistema de saúde, reduzir erros médicos e melhorar o serviço, nó vamos informatizar os sistemas médicos em cinco anos, e isso vai levar a uma economia de bilhões de dólares e de incontáveis vidas.”

A eficiência energética é outro tema importante: o objetivo é dobrar a capacidade de geração de energia “limpa” nos próximos três anos, que será empregada para alimentar 6 milhões de casas. Além disso, “medidores inteligentes” serão instalados nas casas para evitar desperdício de energia.

Obama, por outro lado, foi vago ao detalhar a expansão da banda larga prometida durante sua campanha à Casa Branca. Apesar de prometer “levar banda larga para milhões de americanos”, o presidente não deu detalhes sobre como isso será feito em seu discurso.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail