Home > Notícias

Ex-executivo da Microsoft é apontado como novo CEO da Nokia

Mudança surge no momento que a maior fabricante mundial de celulares enfrenta concorrência de empresas como a Apple e a RIM.

IDG News Service

10/09/2010 às 8h46

Foto:

A fabricante finlandesa Nokia anunciou hoje (9/9) que Stephen Elop, presidente da divisão de negócios da Microsoft, será o novo CEO da empresa a partir deste mês. 

Elop substituirá Olli-Pekka Kallasvuo a partir de 21 de setembro. No entanto ele deixará a Microsoft imediatamente, segundo a Nokia.

"É o momento certo de acelerar a renovação; a mudança traz uma nova liderança executiva, com forças e capacidades diferentes para conduzir a empresa ao sucesso", declarou Jorma Ollila, presidente da Nokia, em um comunicado.

A mudança surge no momento que a maior fabricante mundial de telefones celulares enfrenta forte concorrência no mercado, disputando espaço com empresas como a Apple e a Research in Motion (RIM).

O mercado de smartphones

Segundo um levantamento da consultoria Gartner, com base no segundo trimestre deste ano, o sistema operacional Symbian, utilizado em grande parte dos aparelhos da Nokia, ainda é o líder.  As vendas somaram 25,4 milhões de unidades, contra 20,9 milhões no ano passado. Entretanto, a sua participação de mercado caiu de 51% para 41,2 %.

A RIM, embora tenha perdido o primeiro lugar no mercado norte-americano, conseguiu manter o segundo lugar no cenário mundial. As vendas do BlackBerry cresceram de 7,8 milhões para 11,2 milhões. Mas a sua representatividade de mercado caiu de 19% para 18,2 %.

Ainda de acordo com o estudo, a Apple ocupou o quarto lugar no mundo. As vendas cresceram de 5,3 para  8,7 milhões de iPhones, com sua participação saltando de 13% para 14,2%.

Brasil

No país, segundo a Gartner, a Nokia se manteve como a principal empresa em vendas para o consumidor final. Cerca de 3,9 milhões de unidades foram vendidas, com uma participação de 32,8% do mercado.  No ano passado a companhia vendeu 3,4 milhões de telefones e tinha 31,4% de market share.

No segundo posto está a Samsung, que roubou a posição de sua rival sul-coreana, a LG. A fabricante aparece com 2,9 milhões de celulares vendidos e 24,2% do mercado. Já LG caiu para a terceira colocação, com 2,5 milhões de aparelhos e 20,7% de market share.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail