Home > Notícias

Ex-funcionário da IBM ainda não pode assumir cargo do ‘pai’ do iPod

IBM alega que ex-executivo detém conhecimentos que poderiam causar prejuízos; juiz determinou afastamento do funcionário.

Macworld/EUA

10/11/2008 às 9h32

Foto:

A IBM conseguiu impedir que Mark Papermaster, ex-executivo da empresa, assumisse o novo cargo para o qual foi contratado pela Apple. O processo movido pela IBM alegou que Papermaster possuía segredos confidenciais da IBM que poderiam causar danos à companhia.

De acordo com as agências de notícias Bloomberg e Reuters, o juiz Kenneth Karas ordenou que o ex-executivo da IBM “interrompesse imediatamente seu trabalho com a Apple até futuras ordens”. Papermaster assinou um contrato com a IBM que o impedia de trabalhar para qualquer concorrente, pelo período de um ano, depois de deixar a empresa.

A Apple declarou às agências de notícias que acataria a ordem do juiz, mas um porta-voz da empresa confidenciou que Papermaster provavelmente já iria começar suas atividades na empresa.

Caso o tribunal norte-americano permita, o ex-executivo da IBM, que atuou por 25 anos na companhia, será o novo vice-presidente sênior de Engenharia de Dispositivos de Hardware da Apple.

Tendo atuado como membro da equipe de “elite” da IBM, chamada Integration & Values Team, um grupo de 300 gerentes sênior que têm a missão de desenvolver estratégias corporativas para a Big Blue e tendo sido especialista em processadores Power, Papermaster substituirá Tony Fadell, um dos criadores do iPod.

No novo cargo, o ex-executivo da IBM será responsável por liderar as equipes de engenharia de hardware do iPod e do iPhone, se reportando diretamente ao CEO Steve Jobs.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail