Home > Notícias

Experimentamos os primeiros smartphones com o Firefox OS

Aparelhos fazem o que se espera de um smartphone básico, mas o crescimento no catálogo de apps será um fator crucial no sucesso da plataforma.

Martyn Williams, IDG News Service

02/07/2013 às 17h41

FirefoxOS_Abre-435px.jpg
Foto:

Após meses de expectativa os primeiros smartphones com o Firefox OS estão entre nós. A Telefônica começou a vender nesta terça-feira, na Espanha, o ZTE Open, o primeiro passo em um lançamento em escala global que deve levar aparelhos com o novo sistema a todos os mercados onde a operadora atua até o fim do ano que vem.

A Mozilla diz que o aparelho é voltado aos consumidores que estão adquirindo seu primeiro smartphone - aqueles que ainda usam “feature phones” ou porque não tem dinheiro para um upgrade ou porque não sentiram a necessidade de um aparelho mais sofisticado. O preço inicial de €69 (US$90, ou cerca de R$ 200) torna o ZTE Open um sério candidato à atenção destes usuários, mas o que eles podem esperar do aparelho?

Na última segunda-feira (01/07), em San Francisco, a Mozilla deu aos jornalistas uma breve chance de experimentar uma versão final do ZTE Open, bem como o Alcatel OneTouch Fire, um segundo modelo com o Firefox OS que chega às lojas em breve.

firefoxos_alcatel-360px.jpg
Alcatel One Touch Fire, um dos primeiros aparelhos com o Firefox OS

A interface básica é bastante similar à do Android ou iPhone. Os aplicativos são organizados em uma “grade” que pode ser movida para a esquerda ou para a direita para mostrar mais ícones. No rodapé da tela há uma “dock” com quatro ícones que podem ser customizados, mas que por padrão são chamadas, mensagens, navegador e e-mail.

Os aparelhos que estavam disponíveis na segunda-feira já haviam sido configurados, mas os aparelhos adquiridos nas lojas exibirão um simples guia quando ligados. Segundo a Mozilla ele inclui uma rápida introdução ao aparelho e oferece uma oportunidade de importar contatos do Facebook e configurar uma conta de e-mail. Isto dá aos usuários a capacidade de imediatamente entrar em contato com amigos e familiares e se comunicar assim que começarem a usar o aparelho.

firefoxos_home-360px.jpg
Tela inicial: similar à de um aparelho com iOS ou Android

Entre os apps pré-instalados com o Firefox OS estão câmera, galeria de imagens, calculadora, livro de endereços, reprodutor de músicas, reprodutor de vídeo e um rádio FM, se o hardware tiver suporte a este recurso. Os aparelhos que experimentamos tinham vários apps de terceiros pré-instalados, entre eles Twitter, Facebook, Nokia Here Maps, Wikipedia, Accuweather e um jogo chamado Poppit.

A loja Firefox Marketplace oferece mais apps, e você pode acessá-la em um PC com seu navegador para ver o que está disponível. O catálogo não é nem de longe tão grande ou completo quanto o disponível para o iOS e Android, mas isso é de se esperar em um sistema operacional “novato”. Um dos principais desafios da Mozilla, a partir de agora, é conseguir o apoio dos desenvolvedores.

firefoxos_loja-360px.jpg
Loja de aplicativos ainda tem poucos títulos

Já no quesito hardware, nenhum dos aparelhos tem as telas grandes e brilhantes ou a agilidade dos últimos mais recentes e sofisticados smartphones, mas os consumidores não devem esperar isso. Como são aparelhos de entrada, uma comparação mais adequada seria com os vários smartphones “low-end” que ainda rodam o Android 2.3 “Gingerbread”.

E contra estes, eles se saem bem. Eles não pareceram lentos nem “engasgaram” durante um teste rápido, os apps abriram rapidamente e as telas sensíveis ao toque responderam bem. Algumas vezes acabei indo parar em locais inesperados no sistema, mas foi ou porque a tela foi um pouco sensível demais ou porque tentei rolar um menu justo na hora em que um botão apareceu sob meu dedo.

Dos dois aparelhos que vi preferi o Alcatel One Touch Fire, em parte por causa de seu design retangular que achei mais elegante que o ZTE Open, que é arredondado. Mas é uma questão de gosto pessoal.

firefoxos_caixas-360px.jpg
As caixas que os consumidores encontrarão nas lojas trazem a logo do Firefox em destaque

Baseado em minha rápida experiência com os aparelhos, acredito que o Firefox OS tem uma chance de atrair alguns destes “usuários de smartphone de primeira viagem” nos quais a Mozilla está de olho. Mas como a Microsoft e a BlackBerry descobriram recentemente, conseguir atrair todos os principais apps para a plataforma é algo muito importante para o sucesso. A seleção atual de apps pode ser suficiente para quem está começando nos smartphones, mas rapidamente se tornará um motivo de frustração se os usuários continuamente encontrarem nos aparelhos de seus amigos apps interessantes que não podem rodar.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail