Home > Notícias

Exportação de software deve atingir R$ 10 bilhões em 2010, alta de 9%

Informação faz parte de estudo divulgado pela Softex, que prevê, ainda, a falta de 140 mil profissionais qualificados, até 2013.

Rodrigo Afonso, da COMPUTERWORLD

25/11/2009 às 15h22

Foto:

Um estudo divulgado pela Associação para Excelência do Software Brasileiro (Softex) projeta que o setor nacional de software e serviços deverá somar receita líquida de quase 58 bilhões de reais em 2010. Desse total, cerca de 10 bilhões de reais serão obtidos por meio de negócios realizados no exterior. Segundo a entidade, o setor deve manter a taxa anual de crescimento, cerca de 9%, patamar médio registrado desde 2003.

Apesar do desempenho positivo das empresas de software e serviços no Brasil, os indicadores do estudo confirmam que a escassez de mão-de-obra qualificada continua a ser uma das grandes preocupações das companhias do
setor.

A Softex projeta que, até 2013, faltarão cerca de 140 mil profissionais qualificados para ocupar as vagas em aberto no segmento. Esse índice é ainda maior no caso de um cenário de ofertas mais orientadas a serviços, situação na qual o déficit subiria para 200 mil posições.

O levantamento aponta que, no Brasil, o mercado de software e serviços é composto em sua maioria por micros e pequenas empresas.

Segundo a Softex, das cerca de 67 mil companhias que atuavam no setor em 2007, 85,4% delas eram compostas por até quatro pessoas, o que inclui funcionários, sócios e proprietários. Esse resultado deve-se ao fato de muitos profissionais atuarem em outras empresas na condição de pessoa jurídica. Além disso, somente 2,7% das companhias tinham equipes com mais de 20 profissionais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail