Home > Notícias

Fábricas chinesas de iPads têm “condições desumanas”, aponta estudo

Levantamento, realizado por organizações não governamentais, afirma que as unidades da Foxconn tratam funcionários como máquinas

Redação da Macworld Brasil

03/05/2011 às 15h35

Foto:

Uma investigação realizada na China nas fábricas da Foxconn, empresa que produz equipamentos como o iPad e o iPhone para Apple, entre outros fabricantes, acusa a companhia de tratar seus funcionários de “forma desumana, como se fossem máquinas”. A informação foi publicada no jornal britânico The Guardian.

Segundo a publicação, o estudo foi conduzido por duas organizações não governamentais em unidades da Foxconn, no sudeste da China, e revela um quadro considerado chocante na produção dos equipamentos.

Nas unidades de Shenzhen e Chengdu há excesso de horas trabalhadas, regras extremamente rígidas e até um curioso termo de “não-suicídio”, que os funcionários são obrigados a assinar, de acordo a reportagem.

Das entrevistas feitas pelas organizações surgiram relatos de pessoas obrigadas a trabalhar 13 dias sem descanso, casos de humilhação pública de funcionários e superlotação de alojamentos, entre outras coisas.

Os suicídios são frequentes nas unidades da Foxconn, quadro que levou a empresa no ano passado a anunciar um plano para oferecer melhores condições em suas fábricas. Em 2010, a Apple divulgou um documento, resultado de uma auditoria feita em seus fabricantes em países como Taiwan, China, Filipinas, Cingapura e Tailândia no qual apontava várias irregularidades, como trabalho infantil e horas de trabalho não registradas.

 

Em abril deste ano, o Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, afirmou que a Apple terá fabricação no Brasil, com a produção a cargo da Foxconn, A produção local do iPad começaria até novembro, segundo o ministro. De acordo com a Agência Brasil, o investimento seria da ordem de 12 bilhões de dólares (18,9 bilhões de reais).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail