Home > Notícias

Fabricante do iPhone é acusada de agredir funcionários

Segundo relatório, mais de 16% dos empregados da Foxconn poderiam ter recebido maus-tratos; empresa nega.

Redação do IDG Now!

11/10/2010 às 11h09

Foto:

A Foxconn, empresa responsável pela fabricação do iPhone, entre outros dispositivos eletrônicos de diferentes marcas, pode ter praticado violência física contra seus funcionários, segundo denúncia de professores e estudantes de universidades da China, Taiwan e Hong Kong.

Segundo estes membros, mais de 16% dos empregados da empresa teriam recebido maus-tratos. De acordo com eles, há indícios significativos de violência, como um vídeo onde vários operários são golpeados por membros da equipe de segurança.

A Foxconn nega estas acusações e assegura que a empresa privilegia um ambiente positivo, destacando a igualdade e o respeito no trato aos seus subordinados. A companhia destaca o aumento de salários e o uso de psicólogos para tratar de “desordens de comportamento”, que poderiam ter levado vários de seus funcionários a se suicidar nos últimos meses.

Os empregados reclamam também que o prometido aumento de 30% do salário ficou apenas em 9,1%.

Vale lembrar que neste ano ocorreu uma onda de suicídios de funcionários da unidade chinesa da Foxconn, que quase fez com que a empresa fechasse suas portas.

iphone4390b

O iPhone 4 foi lançado oficialmente no Brasil no último mês de setembro

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail