Home > Dicas

Faça o Leopard voar: economize tempo no Mac (parte 2)

Seja mais produtivo e termine suas tarefas de modo mais rápido com dicas do Spotlight, Finder, Automator, Dashboard, edição de texto e atalhos de teclado.

Ryan Faas, Computerworld/EUA

07/08/2008 às 15h18

Foto:

Seja para novos ou velhos usuários de Mac, o Mac OS X 10.5 Leopard está cheio de truques para fazer as coisas rápido. É aqui que as dicas entram: elas são para ensinar a fazer algo melhor e mais produtivo com recursos que já estão lá.

>>>Leia também as dicas do Leopard para Spaces, Exposé e Quick Look. E veja a Galeria de Fotos das dicas apresentadas. 


4) Poupe tempo com buscas salvas no Spotlight

A melhor companheira do Quick Look, a busca por Spotlight, é outra tecnologia que dá um gás na produtividade dos usuários do Leopard. Suas capacidades de busca a tornam uma ferramenta poderosa para localizar qualquer coisa, de documentos a e-mails; use o ícone do Spotlight na barra de menus ou pressione Command-barra de espaços para usar o recurso.

Você também pode conseguir outros resultados ao usar as buscas integradas do Leopard (como as  opções de salvar buscas na barra lateral do Finder, ou salvar buscas do seu modo – isso também é chamado de Pasta Inteligente, pois ela aparece como um tipo especial de pasta no Finder).

Cada um desses métodos permite buscar por documentos que cumpram qualquer critério possível em uma dezena de combinações com um clique apenas (se você salvar a busca na barra lateral do Finder) ou dois cliques (se salvar como uma Pasta Inteligente).

Você pode criar Pastas Inteligentes instantaneamente em uma janela (do Finder) de resultados de busca no Spotlight – basta usar o botão  Salvar que está ali no canto superior direito, ou criar uma nova a qualquer hora ao escolher Arquivo | Nova Pasta Inteligente no Finder (o atalho option-command-N também funciona).

O conceito de buscas inteligentes vai além do Spotlight e do Finder no Leopard. Use a mesma técnica para criar Álbuns Inteligentes no iPhoto, Listas Inteligentes no iTunes e até mesmo Caixas de Correio Inteligentes no Mail. Uma vez que começar a usar o conceito de buscas inteligentes, vai descobrir modos mais criativos para te ajudar a usar a tecnologia.

Encontre Itens de Menu e comandos

Outra parte útil do Spotlight está no menu de ajuda de qualquer aplicativo pronto para o Leopard. Você busca por informações presentes na documentação de ajuda dos programas, mas o menu Help também lista os comandos do menu enquanto você digita, tornando tudo mais fácil (como encontrar aquela opção Save, ou Format, no Word, por exemplo). Desse jeito, você não precisa procurar em todo menu e submenu por uma opção.

E não se esqueça que ao clicar com o botão direito (ou control-clique) em quase todo item de qualquer aplicativo vai mostrar um menu contextual com comandos específicos do programa e outros comandos do Leopard que se aplicam a ele.

5) Faça o Finder encontrar o caminho certo

Muita gente deixa o Finder exatamente do jeito que a Apple o projetou. Embora não exista nenhum problema nisso, existem algumas coisas que você pode fazer para deixar o Finder ainda mais intuitivo. Primeiro de tudo, customize a barra de ferramentas e a barra lateral.

Customize a barra de ferramentas do Finder. Presente no topo de cada janela aberta do Finder, traz diversos botões, incluindo três botões – visualização da janela, ativação do Quick Look sem usar a barra de espaços e um menu de acesso a recursos que também estão em menus contextuais – e a caixa de buscas do Spotlight.

Vá ao menu Visualizar e escolha a opção Personalizar Barra de Ferramentas. Embora tenha alguns comandos adicionais para arrastar e soltar na barra de ferramentas, você pode também arrastar e soltar qualquer aplicativo, arquivo, fluxo de trabalho do Automator ou script para lá – agora, ela vira uma base de lançamento para qualquer item ou tarefa automatizada.

Use a Barra de Caminhos. Outra opção do Finder que torna mais fácil navegar pelo sistemas é habilitar a barra opcional de Caminhos (Visualizar | Barra de Caminhos). Ela mostra os caminhos que o arquivo levou da sua localização atual até a base da janela do Finder (por exemplo, a pasta iTunes dentro de Música fica em Macintosh HD | Usuários | Nome do usuário | Música | iTunes). Para subir um nível (ou cinco), basta clicar na estrutura de pastas.

Vá direto à pasta que você quer. Para usuários já familiarizados com a navegação por caminho de arquivos, também existe a opção Ir para Pasta (atalho command-shift-G) no menu Ir – que permite digitar o caminho do arquivo para qualquer lugar no HD do Mac. Isso também funciona dentro das caixas de diálogo Abrir e Salvar, trazendo um modo rápido de modificar a localização de um arquivo a ser aberto ou salvo sem ter que navegar por todo o sistema.

Vá além do Finder. Se você quer navegação rápida e acesso a certos comandos e recursos, existem algumas alternativas feitas por desenvolvedores independentes para o Finder. O popular Quicksilver, por exemplo, dá novos métodos para acessar os recursos do Finder. Outros programas similares são o Butler e o LaunchBar.

6) Use o Automator para acelerar tarefas repetidas

Vale mencionar a ferramenta poderosa que é usar os fluxos de trabalho do Automator na barra de ferramentas do Finder. O Automator permite criar ações a partir do Finder e outros aplicativos para criar fluxos de trabalho reutilizáveis.

Cada ação realiza uma tarefa específica, como selecionar um item, vem integrada no Automator e outros programas (como o Office 2008). Desse modo, você pode unir operações simples (como selecionar e abrir um item) e complexas (localizar e extrair o texto de um PDF ou combinar fotos para criar um slideshow ou um filme).

O resultado funciona como uma ferramenta poderosa de criação de scripts, só que feita de um modo muito simples de usar. Apenas selecione as ações dos aplicativos e arraste e solte-os juntos.

7) Dashboard ao máximo

Recurso introduzido no Tiger, o Dashboad dá acesso rápido a miniaplicativos (widgets) com o clique de um botão. Já que os widgets são mais básicos (e escritos com as mesmas tecnologias para criar páginas e aplicativos na web), eles carregam muito rápido e trazem inúmeros recursos, como calendário, lista de tarefas, buscas na web, calculadora e muito mais.

Com o Dashcode (ambiente para criação de widgets lançado pela Apple com o Leopard), criar widgets é muito mais fácil do que era no Tiger, e já existem milhares deles disponíveis, incluindo diversos voltados às tarefas de produtividade. A Apple tem uma lista deles.

O Leopard também trouxe um recurso chamado Web Clip, que permite transformar qualquer parte de um site em um widget customizado. Se você usa ferramentas na web todos os dias, isso dá acesso rápido a elas.

8) Dicas para trabalhar com texto

Programas criados especificamente para o Leopard oferecem mais opções de seleção e copiar-colar texto. A primeira delas é selecionar texto em blocos em vez de linhas.

Quando você seleciona o texto no aplicativo (como o Editor de Texto), pressione a tecla option ao selecionar texto: em vez de ver o padrão de selecionar linha a linha, você pode selecionar o texto em blocos.

A segunda opção é para colar texto sem formatação. A maioria dos programas cola texto como estava na aplicação original. Ao pressionar command-shift-option-V para colar, entretanto, você cola texto sem formatação na maioria dos aplicativos.

9) Use os atalhos de teclado cada vez mais

Durante este artigo, mencionamos diversos atalhos de teclado do Leopard, dos mais conhecidos a alguns obscuros. Eles trazem alguns dos melhores aumentos de produtividade no Leopard, então aproveite para dominá-los e, se quiser, modificar algumas das suas configurações padrão.

A aba Atalhos de Teclado, no painel Teclado e Mouse das Preferências de Sistema permite ver todos os atalhos do Leopard – é um bom lugar para ver quais atalhos existem e, se necessário, modificá-los para algo que seja mais fácil para você.

O Leopard tem centenas de atalhos de teclado para o sistema e seus aplicativos. Alguns dos mais úteis estão na lista abaixo.

Command-shift-delete     Esvaziar o Lixo sem precisar confirmar na caixa de diálogo.

Shift-tab     Seleciona o campo anterior em um formulário

Esc ou command-vírgula     Fecha uma caixa de diálogo (espelha o botão Cancelar)

Command-D     Seleciona o desktop em qualquer caixa de diálogo Abrir/Salvar

Shift-command-A     Abre a pasta Aplicativos no Finder

Shift-command-U     Abre a pasta Utilitários no Finder

Shift-command-H     Abre sua pasta Home no Finder ou a página inicial no Safari

Command-H     Oculta o aplicativo corrente

Option-command-H     Oculta os demais aplicativos abertos

Command-click na barra de título da janela do Finder     Veja o caminho completo da pasta atual em um menu pop-up

Command-3     Mude para visualização em colunas em uma janela do Finder

Command-barra de espaços     Ative a caixa de diálogo do Spotlight

Option-command-barra de espaços     Abra uma janela de buscas do Spotlight para opções mais detalhadas

Leia também as dicas do Leopard para Spaces, Exposé e Quick Look. E veja a Galeria de Fotos das dicas apresentadas. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail