Home > Notícias

FaceApp | App com filtro de idoso pode ser investigado pelo FBI

Ferramenta estaria coletando dados dos usuários sem autorização

Da Redação

18/07/2019 às 20h30

Foto: FaceApp

O FaceApp, o novo fenômeno da internet, foi denunciado nesta quinta-feira (18) por um senador americano que alegou que o app rouba os dados dos usuários. Ele não é o primeiro a levantar essa questão, mas especialistas dizem não haver indícios de fraude.

Chuck Schumer, chefe da bancada democrata no Senado americano, solicitou que o aplicativo seja investigado pelo FBI e pela Comissão Federal de Comércio (FTC). Para ele, o principal motivo pelo qual o app pode estar roubando dados é que seu desenvolvimento é feito na Rússia. “O FBI e a FTC devem olhar para os riscos de segurança e privacidade, porque milhões de americanos usaram o aplicativo e ele é de propriedade de uma empresa sediada na Rússia, além disso, os usuários são obrigados a fornecer acesso irrevogável às suas fotos e dados pessoais”, avisou Schumer em seu Twitter oficial.

Até então, os órgãos acionados não deram um retorno para o pedido do senador, mas o Comitê Nacional Democrata recomendou aos políticos que pretendem se candidatar para a próxima eleição que não usem aplicativo.

Ao portal 9to5Mac, os desenvolvedores disseram que nem mesmo usam o serviço de uma nuvem russa, mas sim da Amazon, empresa americana.

Fonte: 9to5Mac

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail