Home > Notícias

Facebook diz que governo chinês não está bloqueando acesso ao serviço

Testes realizados pelo IDG News Service obtiveram mensagem de erro no servidor em algumas tentativas de acesso ao Facebook chinês.

IDG News Service/China

02/07/2008 às 9h11

Foto:

O Facebook declarou na terça-feira (01/07) não estar ciente de qualquer bloqueio em seu site na China, apesar dos relatos de interrupções em algumas cidades do país.

“Estamos desapontados por descobrir com os relatórios que usuários na China estão tendo dificuldades em obter acesso ao Facebook. Nós não fizemos nenhuma mudança em nosso site que criasse problemas de acesso e estamos procurando procurando uma solução”, disse um porta-voz do Facebook.

Nas tentativas para acessar o Facebook feitas pelo IDG News Service em Pequim na terça e quarta-feira (02/07), algumas vezes a página principal de login foi carregada com sucesso.

Outras vezes, foi reproduzida a mensagem: “O servidor em www.facebook.com está levando muito tempo para responder”, uma resposta comum durante períodos de tráfego intenso, mas também é resultado recebido por usuários tentam acessar sites bloqueados.

O blogueiro de mídia e tecnologia Will Moss não relatou nenhuma interrupção nos dois dias. Em Shanghai, a empresária Maria Trombli disse que o Facebook estava disponível lá na quarta-feira pela manhã, no horário local.

O Facebook lançou seu site chinês aproximadamente duas semanas atrás, dentro de um mercado que não “gosta muito” de sites de relacionamento, da mesma forma que os países ocidentais gostam.

A China bloqueia sites que exigem material que os censores considerem censuráveis, incluindo pornografia e notícias política e opiniões contrárias às posições oficiais do governo.

Este ano, o YouTube, o site da Wikipédia em inglês e o Blogspot foram bloqueados por alguns períodos. O site da Wikipédia em chinês permanece bloqueado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail