Facebook vai cobrar taxa de grupos que têm assinaturas

Em 2020, rede social monetizará assinaturas

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/facebook-vai-cobrar-taxa-de-grupos-que-tem-assinaturas/
Clique para copiar

Em 2018, o Facebook passou a permitir que administradores de páginas cobrassem  US$ 4,99 (aproximadamente R$ 20 na conversão atual das moedas) para usuários que quisessem ter acesso a conteúdos extras de suas páginas. Durante o período de testes, a plataforma não cobrou nada por isso, mas na última VidCon, ela afirmou que vai começar a reivindicar parte do valor obtido.

A medida passa a valer a partir do dia 1° de janeiro de 2020, quando a rede social começará a ganhar uma taxa de, até, 30% por assinatura feita desse dia em diante – a porcentagem varia de acordo com o tipo de dispositivo que o consumidor está usando para fazer o acesso.

Em dispositivos móveis, o Facebook utiliza os sistemas de pagamento do iOS e do Android, que atualmente ficam com 30% do valor, mas, no início do próximo ano, Google e Apple reduzirão a participação e a plataforma passará a dividir o valor com as duas empresas, ficando com 15%. Quanto às assinaturas feitas através de desktops, o Facebook ficará com os 30%, já que não precisa do auxílio dos outros sistemas.

Kate Orseth, diretora de monetização de mídia, disse em entrevista coletiva que o Facebook está comprometido a deixar 70% da receita das assinaturas para os administradores das páginas e que o objetivo é “criar um conjunto de produtos de monetização que possam ser usados individualmente ou em pacote”.

Portanto, a taxa cobrada pelas assinaturas é parte de um esforço muito maior para monetizar a plataforma, que inclui a expansão do programa Facebook Stars – a moeda virtual para os jogos alojados dentro da rede social –, a opção de introduzir todos os posts do Instagram no Estúdio de Criação do Facebook e a possibilidade de inserir anúncios “não interruptivos” antes de vídeos, mudança que atrai mais o consumidor e não prejudica os criadores de conteúdo.

Fonte: Tech Crunch

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site