Home > Notícias

Falha na Telefônica paralisa metade de rede do governo de SP

Intragov possui 12 mil linhas de comunicação fornecidas pela operadora. Prodesp diz que aplicará multas graças ao problema.

Fabiana Monte, editora-assistente do Computerworld

03/07/2008 às 14h44

Foto:

Metade dos links de acesso da Intragov, rede de comunicação do governo do estado de São Paulo, está indisponível, devido à pane da rede de transmissão da Telefônica no Estado de São Paulo que acontece desde as 22h de quarta-feira (02/07). A Anatel, órgão fiscalizador do setor, diz que está apurando o caso.

Ao todo, a rede tem 12 mil linhas de comunicação fornecidas pela Telefônica, que garantem a diversos órgãos do governo o acesso a sistemas informatizados, como delegacias de polícia, Poupatempo e secretarias de educação.

Leia também:
> Bug na Telefônica deixa SP sem acesso

> Idec: usuário deve ser ressarcido


De acordo com a assessoria de comunicação da Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), o problema começou pontualmente nesta quarta-feira (02/07) e foi identificado pela própria Prodesp, que faz o monitoramento do sistema.

Segundo comunicado do órgão público, a companhia entrou em contato com a Telefônica assim que identificou o início das dificuldades técnicas, mas até o momento não recebeu qualquer informação oficial da empresa.

A assessoria de imprensa da Prodesp disse não ter estimativas do número de usuários que estão deixando de ser atendidos e qual é o prejuízo que os órgãos do governo terão. A companhia de processamento de dados informou que adotará todas as penalidades previstas em contrato, inclusive a aplicação de multas.
++++
Além disso, oito agências do banco Itaú, três na cidade de São Paulo, estão com sistemas fora do ar. Segundo a assessoria de imprensa do banco, o tipo de serviço indisponível varia de agência para agência, e em alguns casos o cliente consegue realizar a transação, mas leva um tempo médio maior.

O problema começou na tarde desta quarta-feira (02/07), segundo comunicado da operadora de telefonia. De acordo com a Telefônica, a rede afetada atende a grandes empresas privadas e órgãos da administração pública nos âmbitos federal, estadual e municipal. Usuários do serviço de banda larga da Telefônica, o Speedy, também estão com problemas.

A operadora diz que mobilizou todo o seu corpo de engenheiros e técnicos, bem como especialistas dos fabricantes de equipamentos, que têm trabalhado ininterruptamente no diagnóstico e no restabelecimento dos serviços afetados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail