Home > Notícias

Falta de sites adaptados frustra usuários de tablets e diminui vendas

Pesquisa afirma que 46% dos entrevistados procuram o endereço da concorrência se a experiência no website for insatisfatória.

Computerworld / EUA

19/03/2012 às 17h33

Foto:

Usuários de tablets estão se decepcionando com o péssimo desempenho dos sites, e as companhias por trás dos endereços estão potencialmente perdendo grandes quantidades de dinheiro, de acordo com uma pesquisa. 

Estudo com cerca de 2 mil usuários de tablets ao redor do mundo feita pela Compuware mostrou que as pessoas possuem expectativas altas em relação a experiências web e, para um terço delas, as chances de fazer compras online são menores em empresas que não atendem a essas expectativas. 

Os usuários esperam que os sites e transações funcionem sem problemas, conforme mostrou a pesquisa, porém a Compuware apontou que 40% das pessoas que encontraram problemas ao acessar os endereços, dois terços reclamando do tempo de carregamento, e mais de 40% enfrentando crashes (travamentos). 

Os entrevistados disseram ainda que uma experiência ruim faria com que procurassem a concorrência (46%), enquanto 35% afirmaram que deixam de visitar um site problemático independentemente da plataforma – o documento mostrou também que um terço desses usuários destaca que problemas com o site influenciam na hora de comprar em qualquer empresa. 

Quase 70% dos usuários de tablets esperam que o site carregue em dois segundos ou menos, e quase metade deles atualizam a página uma ou duas vezes se ela não funcionar inicialmente. “As companhias não estão correspondendo às expectativas dos usuários de tablets na navegação web. Eles são um público cobiçado pois gastam mais por pedidos, logo organizações que ignoram este grupo o fazem em seu próprio malefício”, escreveu o CTO da Compuware, Steve Tack. 

Aplicações mais customizadas para tablets desenvolvidos para determinados tipos de trabalho são necessários para dar suporte ao uso corporativo desses dispositivos, de acordo com Richard Absalom, analista da Ovum. “Essa é uma boa maneira de agregar o máximo de valor aos tablets”. 

A Ovum prevê que haverá cerca de 235 milhões de tablets em circulação por volta de 2016, contudo muitas organizações estão adotando esses dispositivos simplesmente por causa do desejo de seus colaboradores pela tecnologia mais avançada, ao invés de considerar o verdadeiro propósito corporativo. 

De acordo com uma pesquisa recente da iPass, provedora de serviços para empresas, a adoção de tablets no mundo corporativo cresceu de 41% no segundo trimestre de 2011 para 64% em 2012.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail