Home > Dicas

Faltou espaço na tela do notebook? Então adicione um monitor extra

Mecanismo permite tanto substituir o display do laptop por um maior quanto somá-los e usufruir de uma área de trabalho maior.

Redação da PC WORLD

16/12/2008 às 16h47

monitor_laptop_150.jpg
Foto:

monitor_laptop_150Às vezes você acha que a tela do seu notebook é pequena demais para suas necessidades? Pois é, esse é o preço que se paga pela mobilidade oferecida pelo portátil.

Mas não é preciso ficar restrito ao LCD do notebook. Você pode utilizar um monitor extra de mesa, de maiores dimensões, com duas finalidades distintas.

A primeira, mas básica, é ter no monitor maior as mesmas informações que você vê na tela do portátil, útil, por exemplo, quando você quer mostrar algo para um grupo reduzido de pessoas na sua mesa de trabalho.

Mas a função mais bacana que tal solução oferece é a de usar o segundo monitor como uma espécie de “desktop estendido”, duplicando sua área de trabalho. Para que fazer isso?

Leia também: 
> Um PC, vários sistemas operacionais
> Previna-se e automatize o backup
> 30 software para você usar na sua empresa

Se você mantém diversas janelas de aplicativos abertas simultanemanete e precisa alternar entre elas com freqüência para visualizar o que precisa, então é um sério candidato a um segundo monitor.

Você pode deixar, por exemplo, documentos e planilhas abertas e visíveis em uma telas e, no outro monitor, consultar dados na internet ou em banco de dados.

Mas, para isso, o software que você usa precisa ter sido desenvolvido de tal forma que aceite múltiplas instâncias, isto é, para ser carregado mais de uma vez ao mesmo tempo.

Por exemplo, para quem trabalha com investimentos, é possível usar o mesmo programa para duas contas que usam a mesma a plataforma, uma em cada monitor. Ou, melhor ainda, quem mexe com programação web pode manter em um monitor uma janela programando à medida que vai monitorando, no outro, o resultado do trabalho.

Se o software em questão tem essa capacidade (o Excel, por exemplo, suporta esse tipo de uso), você vai conseguir ter duas telas, cada uma com um conjunto de informações diferentes do mesmo programa.

Montagem
Para montar esse mecanismo, na prática, você vai ter que checar quais saídas de vídeo seu notebook oferece, e de quais entradas seu monitor dispõe. Existem basicamente três tipos de conexão: VGA, a porta de 15 pinos que faz transmissão de sinal analógico; DVI, que transmite sinal digital; e HDMI para dados em alta definição.

Se o seu monitor for de um modelo mais antigo, os chamados CRT (ou de tubo), é provável que ele use conexão VGA. Já os mais modernos, de LCD, utilizam as saídas DVI ou HDMI, dependendo do modelo.

Caso não haja compatibilidade entre as conexões de seu laptop e do monitor, você pode usar um adaptador, como o DVI-VGA, que custa a partir de 60 reais.

Configuração
Com tudo conectado, ligue o computador. Provavelmente apenas uma das telas estará ativa após a inicialização.

Caso seja a do monitor extra, e seja essa sua opção, então tudo estará OK. Mas se apenas o monitor do notebook estiver funcionando, clique com o botão direito na área de trabalho e escolha Propriedades, no XP, ou Personalizar, no Vista.

Clique na guia Configurações (ou Configurações de vídeo) e você verá dois ícones – um para cada monitor, sendo que um deles estará desativado.

configurar_350

Para trocar a tela para o monitor maior, localize e selecione-o no menu drop down e marque a opção Este é o monitor principal.

Se sua intenção for utilizar as duas telas ao mesmo tempo, selecione Estender a área de trabalho a este monitor.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail