Faturamento do Google cai 3%, mas lucro se recupera no começo de 2009

O lucro foi de US$ 1,42 bilhão, mais de 8% superior ao mesmo período do ano passado, em razão do crescimento das buscas

https://pcworld.com.br/faturamento-do-google-cai-3-mas-lucro-se-recupera-no-comeco-de-2009/
Clique para copiar

O Google anunciou na quinta-feira (16/04) faturamento de 5,51 bilhões de dólares no primeiro trimestre do ano, queda de 3% em relação aos últimos três meses de 2008 e aumento de 6% na comparação com o mesmo período do ano passado. É a primeira vez desde que abriu seu capital, em abril de 2004, que o Google tem uma queda no seu faturamento na comparação trimestral.

Ainda assim, o lucro do gigante de buscas somou 1,42 bilhão de dólares e se recuperou da queda de investimentos que fez com que seus ganhos chegassem a menos de um quarto do montante (382 milhões de dólares) registrado no período anterior. 

Na ocasião, o CEO do Google, Eric Schmidt, afirmou que a queda tinha relação com a diminuição nos investimentos provocados pela evolução da crise econômica mundial. Na comparação com os três primeiros meses de 2008, quando o lucro da companhia foi de 1,31 bilhão de dólares, o aumento é de 8,9%. Para acionistas, os ganhos significam 4,49 dólares por ação.

Mesmo com a queda no faturamento, o trimestre foi encarado como positivo por Schmidt, "dada a profundidade da crise", afirmando que o crescimento anual de 6% no faturamento tem relação direta com o aumento no número de buscas feitas pelo Google.

Balanço divulgado pela comScore nesta quarta-feira (15/04) mostra que o Google não é apenas o líder em buscas, com participação de 63,7%, mas também a empresa com as maiores taxas anuais de crescimento na comparação com seus rivais: 41,7%, contra 28% do Yahoo e 17,7% do Microsoft Live Search.

Com o resultado, o Google conta com 17,8 bilhões de dólares em caixa, composto por dinheiro e ações que podem ser revertidas em dinheiro rapidamente. As demissões pontuais realizadas pelo buscador também transparecem no balanço do Google, deixando claro que fechou o primeiro trimestre de 2008 com um número menor de funcionários (20.164) do que quando começou o período (20.222).

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site