Home > Notícias

FBI não terá de revelar dados sobre hack de iPhone 5C de terrorista

De acordo com Justiça dos EUA, autoridades não precisarão informar nome da empresa responsável pelo 'desbloqueio' nem valor pago pelo serviço.

Da Redação

02/10/2017 às 9h50

iPhones_625.jpg
Foto:

Um tribunal federal dos EUA decidiu no final de semana que o FBI não terá de revelar detalhes sobre como conseguiu hackear o iPhone 5C do atirador de um atentado terrorista ocorrido dezembro de 2015 em San Bernardino, na Califórnia, segundo informações do ZDNet. 

De acordo com o site, O FBI não precisará revelar informações importantes como a empresa responsável pelo hack nem o preço que pagou pelo “desbloqueio” do smartphone da Apple. 

Para quem não lembra, o caso ganhou projeção mundial ao colocar FBI e Apple de lados opostos, uma vez que a empresa de Cupertino se recusou a desenvolver uma vulnerabilidade backdoor no iPhone 5C alegando razões de segurança.

Na época, o Departamento de Justiça dos EUA chegou a entrar com uma ação contra a Apple para obrigar a empresa a desenvolver uma ferramenta para hackear o iPhone, mas acabou desistindo do processo depois que uma empresa terceirizada mostrou um método para burlar a segurança do celular.

Depois disso, em setembro do ano passado, três veículos de comunicação dos EUA, Vice News, Associated Press e USA Today, entraram com um processo pelo Ato de Liberdade de Informação para saber mais sobre o método empregado pelo FBI para invadir o iPhone 5C do terrorista de San Bernardino.

Em sua decisão publicada no final de semana, a juíza federal Tanya Chutkan afirma que revelar tais informações poderia representar um risco à empresa terceirizada que forneceu a solução para invadir o iPhone 5C para o FBI. “É lógico e plausível que a empresa seja menos capaz do que o FBI de proteger suas informações proprietárias em um possível ciberataque. A conclusão do FBI de que revelar o nome da empresa para o público geral colocaria em risco os sistemas da companhia, e consequentemente informações cruciais sobre a tecnologia, é razoável.”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail