Home > Notícias

Fechamento de provedor suspeito faz volume mundial de spam cair 15%

Apesar de envolvimento com spammers não estar comprovado, fechamento do provedor Pricewert desestabilizou redes zumbis.

Redação do IDG Now!

09/06/2009 às 17h14

Foto:

O fechamento de um provedor suspeito de apoiar crackers e spammers nos EUA, na semana passada, parece ter reduzido o número de mensagens indesejadas em circulação, segundo dados da Symantec, empresa especializada em segurança no mundo digital.

De acordo com informações do TRACElabs, da Symantec, o volume de spam caiu 15% globalmente desde quinta-feira passada (04/06), data em que o provedor Pricewert foi fechado.

Segundo o site Cnet News, o provedor está supostamente envolvido com algumas botnets - redes de computadores zumbis que são controladas remotamente por crackers, como a Cutwail e a Pushdo.

Essas redes sofreram uma intensa queda de atividade após o fechamento do Pricewert. Por outro lado, os administradores desse provedor ainda não foram julgados nem condenados por qualquer crime.

De qualquer forma, a expectativa é de que os spammers e crackers se recuperem rapidamente desse golpe, pois vários provedores fora dos EUA não contam com leis tão rígidas em relação ao spam.

“Por ora, vamos ver uma queda nos níveis de spam, mas esperamos um rápido retorno da Cutwail. Os spammers sabem que não podem colocar todos seus ovos em apenas um cesto e precisam ter alternativas para casos como esse”, Matt Sergeant, especialista-sênior em tecnologia anti-spam da Symantec, ao site Cnet News.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail