Home > Notícias

Ferramenta de vídeo do Flickr gera protestos de mais 35 mil usuários

Críticas a respeito da novidade dizem que a ferramenta pode colocar em xeque a postura artística do site de imagens.

Redação do IDG Now!

11/04/2008 às 10h25

Foto:

A nova ferramenta de vídeo do Flickr foi alvo de protesto da comunidade de usuários um dia após sua oficialização, feita nesta quarta-feira (09/04), pelo Yahoo.

"O que mais me oponho contra vídeos no Flickr é que (o serviço) não está tentando publicar vídeos que tenham qualquer mérito artístico, mas sim se transformando num apanhado de vídeos de crianças que um site para videoartistas talentosos", afirma o usuárion "matt_cinque" na comunidade "Nós dizemos NÃO para vídeos no Flickr", que já tem quase 25 mil participantes.

Menor, mas ainda contrária à publicação de vídeos no Flickr, a comunidade "SEM VÍDEO NO FLICKR" reúne mais de 10 mil membros que trazem o comum medo do serviço, sucesso na comunidade de fotográfos semiprofissionais e profissionais, se transformar em um repositório de vídeos ordinários.

O movimento ganhou um site próprio que afirma que "muitos membros acreditam que este é o começo do Yahoo levar o Flickr para o caminho das redes sociais", como Facebook e o MySpace, atraíndo usuários não interessados em fotografia com a publicação de vídeos de até 90 segundos.

O Flickr Video foi formulado e anunciado pelo Yahoo a partir de levantamento feio por buscador indicando que mais de 40% dos consumidores entre 18 e 44 anos de idade fazem vídeos com suas câmeras digitais, mas não utilizam serviços online para compartilhá-los.

Não é a primeira vez que usuários do Flickr usam o próprio serviço para protestar contra mudanças envolvendo a comunidade de fotos ou o Yahoo, que comprou o Flickr em março de 2005: em fevereiro, a proposta de compra do Yahoo pela Microsoft incitou milhares de usuários a publicarem imagens (montagens, em sua maioria) reprovando o acordo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail