Home > Notícias

.Fox Network irá vender publicidade para o Facebook no Brasil

Parceria para comercialização de espaços de propaganda na rede social começou a valer em outubro e se estende para América Latina.

Clayton Melo, do IDG Now!

22/10/2009 às 22h47

Foto:

O Facebook fechou acordo para que a .Fox Networks seja sua representante para venda publicitária na América Latina, o que inclui o Brasil. O acordo começou a valer em outubro, dizem as companhias por meio de comunicado distribuído na noite desta quinta-feira (22/10).

A .Fox Networks comercializará diferentes formatos de publicidade em todas as páginas da rede social americana. O acordo também inclui divulgação do Facebook nos canais por assinatura do grupo Fox e abrirá possibilidades de ações de marketing em multiplataformas.

Os anunciantes poderão segmentar as ações de mídia por idade, gênero, país e idioma em alguns formatos. As empresas locais também poderão anunciar de maneira rápida e fácil apesar da diferença de horário e idioma já que isso será feito com um representante local.

Segmentação publicitária
Será possível definir planos de mídia por  idade, gênero, país e idioma para alguns formatos publicitários. A .Fox Networks afirma que o processo para veiculação das campanhas será ágil.

No comunicado, o vice-presente sênior e diretor-geral da .Fox Networks da América Latina e mercado hispânico dos Estados Unidos, Hector Costa, afirma que a parceria comercial é uma das das principais cartadas do ano para a companhia.  

A  .Fox Networks mantém escritórios de vendas em 33 mercados, como Miami, México, Buenos Aires, São Paulo e Santiago.

Menina dos olhos
A investida comercial do Facebook se justifica. Só para dar uma ideia da importância do mercado brasileiro para a rede social,  o número de usuários do Facebook no País quase dobrou em cinco meses,
partindo de 2,7 milhões em maio para 5,3 milhões em
setembro, segundo informações divulgadas pelo instituto Ibope Nielsen
Online com exclusividade para o IDG Now!.

Maio foi o
primeiro mês em que a medição do Ibope contemplou não apenas o uso de
internet em ambiente doméstico, mas também dentro das empresas, o que
fez com que a base de internautas ativos no Brasil crescesse 35% em comparação a abril.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail