Home > Notícias

Fujitsu Siemens lança PC verde que alcança zero watt de consumo

Diferentemente de outros eletrônicos, o Esprimo 7935 não consome eletricidade quando desligado.

Martyn Williams, do IDG News Service

02/03/2009 às 11h56

tomada_150.jpg
Foto:

tomada_150.jpgA Fujitsu Siemens Computers planeja para o meio do ano o lançamento do Esprimo 7935, um desktop para empresas que não gasta energia quando desligado. O anúncio foi feito neste domingo (01/03), na Cebit em Hanover na Alemanha.

Os computadores, como a maioria dos eletrônicos, consomem uma pequena quantia de eletricidade mesmo quando desativados, graças a perdas nos transformadores ou sensores que permanecem ativos por causa de funções como as de controle remoto.

No caso de um PC, seu consumo desligado é de, geralmente, entre 1 e 4 watts, segundo a Fujitsu Siemens. Até agora, tudo o que os usuários conscientes podiam fazer era lembrar de tirar os cabos de força do eletrônico da tomada.

O Esprimo 7935 possui um sistema que consegue chegar ao nível zero de consumo sem ser desplugado, diz Lothar Lechtenberg, porta-voz da empresa.

Empresas com vários computadores já economizam uma quantidade considerável de dinheiro certificando-se de que seus PCs não gastam energia durante a noite, mas também há desvantagens nisso. Vários softwares de administração da empresa são atualizados durante a madrugada, o que é impossível com as máquinas desligadas.

A Fujitsu Siemens diz que resolveu esse problema ao permitir que os computadores fiquem ativos e consumindo muito pouca energia durante um período pré-definido, quando as atualizações acontecem. Uma vez que esse período acaba, a máquina volta para o modo zero watt até que seja ligado pelo usuário.

Outros recursos verdes do novo computador incluem um fornecimento de energia com 89% de eficiência, o que significa que menos eletricidade é desperdiçada com o aquecimento, além de placa-mãe livre de halogênio e chumbo. O PC está de acordo com os padrões Energy Star 5.0 da U.S. Environmental Protection Agency's (EPA), que entram em vigor no meio do ano, e com certificado alemão Blue Angel.

O computador deve custar entre 600 e 700 euros (de 1.824 a 2.100 reais, aproximadamente), e a disponibilidade fora do eixo Europa, Oriente Médio e África ainda não foi anunciada.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail