Home > Notícias

Fundação Apache ressuscita o Google Wave

Código-fonte do projeto que pretendia revolucionar a Internet será usado para desenvolver novos produtos.

PC World/US

24/11/2010 às 19h22

Foto:

Os rumores sobre a morte do Google Wave podem ter sido exagerados. A gigante das buscas, de fato, desistiu do projeto, mas o conceito ainda vive, teve seu código aberto, e está nas mãos da Fundação Apache.

A ambição do Wave não era nada modesta: revolucionar a Internet. Queria unificar diversas plataformas – mensagens instantâneas, e-mail, compartilhamento de arquivos, atualização de status – em uma só. No entanto, a Google não conseguiu explicar aos usuários o significado disso tudo, ou como deveriam usar a ferramenta. Por fim, o que era entusiasmo virou apatia, e o principal patrocinador abandonou o novo universo que tentara criar.

Isso, no entanto, não destruiu a proposta. O código do Wave pode ser baixado e utilizado em outros projetos, e é justamente isso que a Fundação está fazendo. Ela quer transformar o seu Apache em uma plataforma colaborativa:

“Wave in a Box (Wave na Caixa) é o nome do produto que estamos desenvolvendo, que é um servidor que hospeda “ondas”, suporta uma série de APIs e ainda oferece um rico cliente Web” (...) além de permitir a criação de “sistemas colaborativos”, diz o texto descritivo da empresa.

Também há uma explicação do porquê manter o projeto vivo:

“O Wave mostrou potencial quando hospedado pela Google e usado por um pequeno número de usuários. Por mais que ele não continue em suas mãos, há muitas companhias interessadas em usar a tecnologia para o desenvolvimento de novos produtos”.

Como parceiras, a Apache cita a Novell, a SAP, empresas vinculadas à Marinha americana, startups e diversos profissionais independentes.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail