Home > Notícias

Fundador do WikiLeaks deve ganhar US$ 1,3 milhão com biografia

Em entrevista a jornal britânico, Julian Assange disse que dinheiro será utilizado para cobrir custos legais do processo e manter o site vivo.

Redação do IDG Now!

27/12/2010 às 10h06

Foto:

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, afirmou ter assinado contrato para produção de um livro autobiográfico que poderá lhe render cerca de 1,3 milhão de dólares (cerca de 2,2 milhões de reais).

A revelação foi publicada no domingo (26/12) pelo jornal britânico Sunday Times. Em entrevista, Assange, revelou que irá receber 800 mil dólares da editora Alfred A. Knopf, ligada à Random House, e mais 502 mil dólares da editora britânica Canongate Books.

Ao Mashable, a Random House confirmou o acordo, mas não informou a quantia que será paga - que, segundo contou Assange ao jornal, será destinada a cobrir os custos legais dos processos pelos quais responde e a "manter o WikiLeaks com a cabeça fora d´água".

Preso em Londres sob determinação da Justiça da Suécia, onde responde por acusações de estupro, Assange foi libertado em 16/12 depois de pagar fiança equivalente a 640 mil reais. A audiência de extradição está prevista para 11/1.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail