Home > Notícias

G1: desenvolvimento consumiu três anos de trabalho do Google e da HTC

HTC afirma que parceria com buscador lhe conferiu grande vantagem no mercado de celulares. Aparelho sai dia 22/10, nos EUA.

Macworld/Reino Unido

24/09/2008 às 9h32

Foto:

Engenheiros do Google e da High Tech Computer (HTC) gastaram três anos desenvolvendo o software do Android e handsets antes do lançamento do G1 da T-Mobile na terça-feira (23/09), disse um executivo da HTC.

Executivos de ambas as empresas começaram a falar a respeito da colaboração há cinco anos, mas essas discussões não haviam se transformado em nada substancial até então, disse John Wang, diretor de marketing da HTC, em entrevista nesta quarta-feira (24/09) em Taipé.

Leia também: 
> G1: Primeiras impressões
> 15 dúvidas sobre o G1
> Fotos: 1º celular com Android
> Vídeo: G1 T-Mobile em ação

“O Google criou o software. Eles precisavam de um parceiro para hardware”, disse Wang. Os engenheiros da HTC permaneceram nos escritórios do Google nesta quarta-feira (24/09). A companhia mostrou os resultados do seu trabalho na terça-feira (23/09), em Nova York, com a presença de altos executivos do Google, da HTC e da T-Mobile.

O G1, com um touchscreen que domina quase toda a tela, estará disponível primeiramente nos Estados Unidos em 22 de outubro, por 179 dólares, com um contrato de dois anos de serviço de dados e voz.

A chave para o novo handset é o Android, com sistema operacional de código aberto OS e com aplicativos carregados já disponíveis. O celular e o software foram desenvolvidos para trabalhar com um vasto conteúdo de serviços do Google, incluindo o Google Maps, Google Maps Street View e o YouTube.

Os handsets produzidos pela Motorola, Samsung e LG  são todos membros do Open Handset Alliance, o grupo de suporte do Google formado em torno do Android. As companhias acreditam que irão trabalhar com o Android em seus handsets, mas nenhuma delas se pronunciou a respeito ainda.

A HTC planeja fabricar mais handsets. “Este não será o último celular com Android”, disse Wang. “É só o começo”.

Wang não comentou se os novos handsets com Android já estavam sendo fabricados pela HTC.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail