Home > Notícias

Gamers organizam protesto em SP contra proibição de Counter Strike

Proibição da venda dos games Counter Strike e Everquest pela Justiça será motivo de protesto pacífico, no sábado (02/02)

Por Redação do IDG Now!

29/01/2008 às 17h54

Foto:

A proibição da venda dos games Counter Strike e Everquest no Brasil será motivo de um protesto, no próximo sábado (02/02), na cidade de São Paulo.

Leia mais:

A iniciativa é do blog Liberdade Gamer, que pretende reunir os manifestantes em um protesto pacífico, no vão no Museu de Arte de São Paulo (MASP), na Avenida Paulista, a partir das 11 horas.

"Junte-se ao manifesto contra a proibição da venda e o recolhimento de Counter-Strike e EverQuest. Se você gosta de jogos, mesmo que não desses dois em especial, venha participar desse movimento para evitar ações arbitrárias como essa, que visam tirar a sua liberdade de escolha", argumenta o blog.

No dia 16 de janeiro, a 17ª Vara da Justiça Federal em Minas Gerais proibiu a venda dos games Counter Strike e Everquest em todo o País. Segundo o Procon-Goiás, primeiro órgão de defesa do consumidor a apoiar a decisão, o Counter Strike fere diversos artigos do Código de Defesa do Consumidor (CDC), por incitar a violência, e o RPG Everquest provoca "distúrbios psicológicos".

Pouco dias após a sentença, no entanto, lan houses e cibercafés da capital paulista continuavam oferecendo os games proibidos pela Justiça, apurou a reportagem do IDG Now!.

Como efeito da decisão judicial, a Electronic Arts anunciou, na semana passada, a suspensão das vendas do Counter Strike nas lojas brasileiras.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail