Home > Notícias

Games: 25% dos britânicos fingem estar doentes para jogar games

Levantamento mostra ainda que 14% dos homens já faltou ao trabalho no dia de lançamento de títulos como Call of Duty ou GTA.

Carrie-Ann Skinner, da da PC Advisor/Reino Unido

09/12/2009 às 14h50

Foto:

Estudo realizado pelo site de cupons de descontos MyVoucherCodes constatou que um em cada quatro homens britânicos já inventou uma doença para deixar o trabalho e jogar games de computador. 

O levantamento mostra ainda que apenas 46% das ausências por doenças no Reino Unido são legítimas, ou seja, quando ao trabalhador de fato está incapacitado de exercer suas funções.

Dentre os britânicos pesquisados,14% dos homens admitiram já terem se declarado doentes no dia do lançamento de jogos como Grand Theft Auto ou Call of Duty para serem os primeiros a jogarem.

Quanto às mulheres, apenas 5% disseram já ter faltado no trabalho pelo mesmo motivo. Em contrapartida, 20% delas utilizam o dia em que estão doentes para irem às compras.

“Qualquer que seja o motivo que faça uma pessoa decidir não ir trabalhar mesmo que esteja em condições, os falsos doentes custam uma grande quantia de dinheiro à economia do Reino Unido. O governo podia dar um jeito de recuperar essa receita das desenvolvedoras de jogos e lojas de roupas”, brinca o gerente do MyVoucherCodes, Mark Pearson. Pearson.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail