Home > Notícias

Google acusa Apple de violar suas patentes com o Siri

Pela primeira vez, gigante de buscas usou patentes adquiridas em compra da Motorola para entrar com ação contra rival. Ao todo, são sete acusações de infração.

Macworld / Reino Unido

21/08/2012 às 16h05

Foto:

O Google deu entrada hoje, 21/8, em sete ações na justiça contra a Apple por supostas violações de patentes pelo uso do assistente controlado por voz Siri, e-mail, reprodução de vídeos, e outros recursos.

Atualmente, a Apple está no final de um turbulento julgamento contra a Samsung, que utiliza o sistema Android, da Google, em seus smartphones e tablets. No entanto, geralmente supõe-se que a briga maior é entre Apple e Google, com Steve Jobs já tendo chamado o Android de “um produto roubado”.

Até agora, Apple e Google tem evitado amplamente o confronto nos tribunais, região dominada por disputas entre a empresa de Cupertino e a Samsung. De qualquer maneira, a batalha por patentes parece longe do fim, e agora a Apple entrará em confronto direto com o Google.

O Google adquiriu a Motorola Mobility em maio deste ano, e são essas patentes que a gigante de buscas está usando para montar o ataque contra a Apple. A ação alega que a Apple viola sete patentes do Google, incluindo Siri, Lembretes de Localização, notificações de e-mail, e Reprodução de Vídeo.

“Nós gostaríamos de resolver essas questões de patentes, mas a indisposição da Apple em chegar a um acordo nos deixa sem escolha a não ser nos defender e as inovações dos nossos engenheiros”, afirmou a Motorola Mobility ao jornal britânico The Telegraph.

siriiphone4s02.jpg

Ainda exclusivo do iPhone 4S, recurso Siri foi introduzido pela Apple no final de 2011

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail