Home > Notícias

Google anuncia Android 3.1 e mostra recursos do “Ice Cream Sandwich”

Tablets ganharão mais compatibilidade com dispositivos USB. Próxima versão do sistema unificará os aparelhos.

Rafael Rigues, PCWorld Brasil

10/05/2011 às 14h21

Foto:

A Google anunciou nesta terça-feira, durante a abertura do evento para desenvolvedores Google I/O em San Francisco, na Califórnia, o lançamento da versão 3.1 do Android "Honeycomb".

Exclusiva para tablets, esta versão traz pequenas melhorias na interface, como uma lista de aplicativos abertos que pode ser rolada (facilitando a vida de quem usa muitos aplicativos ao mesmo tempo) e widgets redimensionáveis na tela inicial.

Também é digno de nota o suporte ao USB Host Protocol, que permitirá que uma grande variedade de dispositivos USB, como teclados, mouses, câmeras digitais e joysticks, possam ser plugados aos tablets Honeycomb e utilizados pelos aplicativos.

Como é de praxe, o sistema será distribuído na forma de uma atualização automática online ("Over the Air", ou OTA), em estágios. Os primeiros a receber o Android 3.1 serão os usuários da versão 3G do tablet Motorola Xoom na rede da operadora de telefonia norte-americana Sprint, a partir de hoje.

O Android 3.1 Honeycomb também será lançado para os aparelhos Google TV em meados deste ano, e dará a eles a capacidade de acessar o Android Market e baixar novos aplicativos.

Ice Cream Sandwich

A próxima versão do Android, batizada de "Ice Cream Sandwich" (sanduíche de sorvete) e ainda sem data de lançamento, também foi mencionada. O tema principal será a unificação, com um único sistema operacional que roda em todos os aparelhos, sejam eles tablets, smartphones ou Google TV.

Recursos exclusivos do Honeycomb, como a nova interface, estarão disponíveis também nos smartphones. Para os desenvolvedores a Google promete novos "frameworks" que trarão transparência ao processo de desenvolvimento: não será necessário escrever um aplicativo "para smartphones" ou um "para tablets". Basta escrever para o Ice Cream Sandwich, e o sistema toma conta do resto.

Pouco foi demonstrado em termos de recursos do sistem operacional. Entre eles, um sistema de processamento de imagens que permite a um smartphone ou tablet rastrear os movimentos da cabeça do usuário e ajustar a interface de acordo com o ponto de vista, ou focar automaticamente no rosto da pessoa que está falando em uma videochamada.

Aliança contra a fragmentação

Também foi anunciada uma aliança entre a Google, fabricantes de aparelhos e operadoras para adoção de regras mais rígidas sobre a atualização do sistema operacional Android em smartphones e tablets. Atualmente tal atualização fica a cargo dos fabricantes e das operadoras, o que reduz a velocidade de adoção de novas versões do sistema operacional entre os usuários. O Android 2.3 "Gingerbread", por exemplo, foi anunciado em dezembro de 2010, mas até hoje só está disponível em 4% dos aparelhos.

Com as novas regras, novos aparelhos produzidos ou comercializados por membros da aliança, que inclui empresas como a Motorola, LG, Samsung, HTC e Sony-Ericsson, terão garantia de atualização para novas versões do Android por 18 meses após o lançamento, desde que o hardware permita. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail