Home > Notícias

Google anuncia Google TV

Aparelho integrará "o melhor da web com o melhor da TV" em uma "experiência única"

Rafael Rigues

20/05/2010 às 14h03

Google_TV-300px.jpg
Foto:

Durante o evento para desenvolvedores Google I/O em San Francisco, na Califórnia, a Google apresentou um novo produto que combina "o melhor da web com o melhor da TV" em uma "experiência única". É a Google TV.

Segundo Rishi Chandra, Gerente Sênior de Produtos da Google, a empresa tem quatro objetivos com seu novo produto: permitir que o usuário perca menos tempo procurando conteúdo e passe mais tempo assistindo, permitir que o usuário controle o que assiste, tornar o conteúdo disponível mais interessante e transformar a TV em algo "mais que TV".

A Google TV não será um aparelho de TV, mas sim uma "caixinha" ligada à sua TV, sintonizador de cabo e aparelhos já existentes e produzida por parceiros da Google, assim como empresas como a Motorola ou Sony-Ericsson produzem smartphones com o sistema operacional Android.

 

 

Web e TV juntos

Em uma apresentação prejudicada por alguns problemas técnicos ("vamos mudar para a outra caixa" foi uma frase frequente), Chandra demonstrou os recursos do novo produto. Toda a experiência é centrada em uma caixa de buscas unificada (quick search box), que mostra entre os resultados tanto conteúdo na TV quanto da web.

Se o resultado de uma busca for um programa sendo exibido em um canal, por exemplo, a Google TV automaticamente muda para o canal correspondente. Se for um site, ele aparece em tela cheia, exatamente como seria visto em um PC.

Também é possível assistir TV em uma pequena janela no canto da tela (PIP - Picture in Picture) enquanto navega na web. Este modo é útil para conferir o desempenho de um time no campeonato, por exemplo, enquanto se assiste ao jogo. Um sistema de marcadores (bookmarks) unificado permite marcar não só sites, como também canais de TV.

Com a integração da TV com a Web, "saltamos de 250 para mais de um milhão de "canais" disponíveis", diz Chandra, referindo-se aos inúmeros sites com conteúdo em vídeo disponíveis na web.

Hardware e Software

A Google TV poderá ser integrada em TVs, Blu-ray Players ou "set-top boxes" separadas. O hardware terá integração com os aparelhos já existentes via HDMI, conexão de banda larga à internet e um "processador poderoso", combinado a um chip para gráficos 3D e outro processador especializado para auxiliar a reprodução de vídeo em alta definição. Além de teclados e mouses sem fios, a Google TV também poderá ser controlada a partir de um smartphone Android, inclusive com comandos de voz.

A especificação técnica do protocolo de comunicação entre a Google TV e os controles será pública, para que desenvolvedores possam criar seus próprios controles remotos e integrar o sistema a seus aplicativos.

A Google TV será baseada no sistema operacional Android, combinada ao navegador Google Chrome e o Adobe Flash Player 10.1. A Google TV terá acesso ao Android Market, e poderá rodar qualquer aplicativo Android disponível, desde que ele não exija acesso a hardware específico de um telefone. Segundo a Google, todo o código-fonte, tanto do sistema operacional como do navegador, será Open Source.

A Sony irá produzir uma linha de TVs e Blu-ray Players equipados com a Google TV, e a Logitech irá produzir set-top boxes e uma linha de acessórios. Todos os produtos serão baseados no processador Atom, da Intel. Os primeiros produtos com a Google TV devem chegar ao mercado no final deste ano, com preços ainda não definidos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail