Home > Notícias

Google anuncia serviço de aluguel de filmes

Filmes custam a partir de US$ 1.99 cada e podem ser assistidos em smartphones, tablets ou no PC

Rafael Rigues, PCWorld Brasil

10/05/2011 às 14h46

Foto:

A Google anunciou durante a palestra de abertura do Google I/O, evento para desenvolvedores que acontece entre os dias 09 e 11 de maio em San Francisco, nos EUA, um serviço online de locação de vídeos. 

Inicialmente disponível apenas nos EUA, o serviço é parte do Android Market na web (market.android.com) e conta com um catálogo de "milhares de títulos" com preços a partir de US$ 1,99 cada. Depois de alugar um filme o usuário tem até 30 dias para começar a assistí-lo, seja em um tablet Android, um smartphone ou no PC, e 24 horas para terminar de assistir depois que o vídeo for reproduzido pela primeira vez.

Os vídeos são transmitidos via streaming, e um novo aplicativo permitirá alugar ou assistir filmes em tablets Honeycomb e smartphones com Android 2.2 ou superior. É possível marcar um filme alugado (processo que a Google chama de "Pinning") para que seja baixado para o aparelho e assistido mesmo offline, como em um avião, por exemplo.

Segundo a empresa, o aluguel de filmes via Android Market e o recém anunciado serviço via YouTube são equivalentes. Ambos contam com o mesmo catálogo, e vídeos alugados no YouTube poderão ser assistidos em um tablet ou smartphone, e vice-versa. Inicialmente estarão disponíveis 3 mil títulos, de produtoras como a Weinstein Company, Universal Pictures, Warner Bros. Pictures e Sony Pictures. Entre os títulos mencionados durante a apresentação estavam o vencedor do Oscar "O Discurso do Rei", Meu Malvado Favorito e a série Harry Potter.

O aplicativo Movies para tablets Honeycomb será parte da atualização para o Android 3.1, que começa a ser distribuída hoje para usuários do Motorola Xoom nos EUA. Já a versão para smartphones Android 2.2 estará disponível gratuitamente no Android Market "em algumas semanas".

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail