Home > Dicas

Google Apps Marketplace vende aplicativos para computação em nuvem

Proposta é comercializar softwares de modo similar à da App Store, da Apple. Google ficará com 20% da receita.

Paul Krill, da InfoWorld/EUA

10/03/2010 às 10h36

Foto:

O Google abriu na noite da terça-feira (9/3) a Google Apps Marketplace, loja virtual que vende aplicativos de terceiros para serviços da empresa baseados na nuvem. A intenção é claramente a de criar um rol de ofertas complementares para o mercado corporativo em torno do Google Apps e serviços como Gmail, Docs, Sites e Calendar. A loja nasce já com 50 desenvolvedores, incluindo Atlassian, NetSuite, Skytap e Zoho.

“Assim que o aplicativo é comprado, ele é automaticamente integrado ao domínio”, disse o diretor de produção do Google, Chris Vander Mey. Segundo a empresa, os softwares poderão ser instalados em um domínio após um processo de apenas quatro clicks. O Google Apps Marketplace pode ser comparado à App Store, da Apple, segundo Vander Mey.

A participação no Google Apps Marketplace é aberta a consumidores das edições Premier, Standart e Education do Google Apps. Para participar, o desenvolvedor paga uma taxa de adesão (100 dólares) para tornar sua aplicação disponível na loja. Os aplicativos são conectados ao marketplace pelo serviço REST e por APIs como OpenID e OAuth. Das vendas, 80% ficarão com os parceiros, enquanto o Google ficará com os outros 20% da receita.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail