Home > Dicas

Google Buzz: verifique tudo antes de compartilhar seus dados pessoais

O novo serviço do Google pode expor muito mais informações do que você deseja. Veja o que dá para proteger.

Ian Paul, da PC WORLD/EUA

12/02/2010 às 19h01

buzz-150.jpg
Foto:

buzz-150.jpgQuem  já ouviu falar de Google Buzz, provavelmente também já ouviu falar das preocupações sobre a falta de privacidade que o rodeia. O serviço de comunicação social oferece algumas maneiras interessantes de compartilhar fotos, links e mensagens, mas caso não tome cuidado, o usuário pode acabar compartilhando mais do que gostaria.

Para usar todos os recursos do Buzz, é necessário ter um perfil público em sua conta do Google. E isso deixa exposta a sua conta do Gmail. E talvez você não queira que seu e-mail fique disponível a todos, pois imagine quantos spams iria receber!

O Facebook, por exemplo, não permite às pessoas terem acesso a seu e-mail, a menos que você queira torná-lo público. Portanto, antes de enviar sua primeira mensagem pelo Buzz, verifique a lista abaixo e certifique-se de todas as informações pessoais que podem ser expostas por meio do seu perfil do Google (e também como proceder para manter sua privacidade).

Qual é o seu perfil do Google
Como foi dito, é necessário ter um perfil público no Google para que se possa usar o Google Buzz. Assim, é possível compartilhar conteúdo da web, como Facebook, Twitter, LinkedIn em um só lugar.

Mas dá para tornar seu perfil, dagamos, "semi-público", não digitando seu nome completo. Isso faz com que o Google não mostre seu perfil no resultado de pesquisa do buscador. Mas é importante notar que você não pode deixar seu perfil privado. Sua conta no Facebook pode, por exemplo. Qualquer pessoa que saiba a URL do seu perfil do Google será capaz de ver seu conteúdo, independente do perfil delas serem privados ou não.

Todos conhecem seu endereço de e-mail agora
Um detalhe sobre os serviços do Google: se o Gmail foi o primeiro serviço do Google no qual você se inscreveu, quase todos os outros serviços do Google vão usar sua conta de e-mail para serem ativados.

Assim, para alguns usuários do Gmail, o seu perfil do Google irá incorporar o seu nome de usuário do Gmail em sua URL (endereço da página da web), que acaba sendo algo como esse exemplo: http://www.google.com/profiles/fulano. Não é preciso ser um gênio para saber que a última parte da URL revela, então, o endereço de e-mail de alguns usuários do Gmail.

Existe a opção de alterar a URL do perfil público de modo a não incluir seu nome de usuário do Gmail. Mas uma URL alternativa não é viável, pois não é possível escolher outro nome e o usuário Fulano ficará com algo parecido como http://www.google.com/profiles/13428747600918746514.

Algumas pessoas não importam em ter seu endereço do Gmail revelado. Mas muitos utilizam o Gmail como conta principal. E caso seja revelado, abrirá portas para uma enxurrada de spams (sem contar vírus e malwares). Portanto, é melhor pensar duas vezes antes de usar o Google Buzz.

Adicionando links
Como parte do perfil público do Google é possível fornecer links para todos os diversos serviços de redes sociais, como Facebook, Friendfeed, Flickr, Picasa, Delicious, Foursquare, Twiiter, blogs e assim por diante.

Vale se questionar se você estará confortável em compartilhar toda essa quantidade de informação. Se você for um empregador, por exemplo, se importaria que seus funcionários vissem tudo que você tem armazenado nesses serviços? O mesmo vale para os funcionários! Portanto, pense duas vezes antes de postar um link de uma campanha sobre legalização das drogas ou algo parecido.

O Google Reader compartilha os itens da sua página
Por padrão, o Google vai puxar o conteúdo da sua página do Google Reader para compartilhar no Buzz. Isso até faz sentido, pois o Google Reader compartilha informações que você achou interessante na internet.

Mas se alguém acessar o seu perfil público do Google, clicando em algum link do Buzz e você tiver o Google Reader listado, novamente seu e-mail do Gmail será exibido. Assim como a URL do seu perfil do Google, a URL do Reader também irá exibir seu nome de usuário do Gmail, por padrão, como exemplo, essa: http://www.google.com/reader/shared/fulano.

Para resolver isso, é possível alterar a URL do Google Reader, mas novamente ela apenas terá a opção daquele formato difícil de memorizar, e ficará como algo do tipo http://www.google.com/reader/shared/13428747600918746514. Para fazer a alteração, clique em “Configurações de Compartilhamento” no Google Reader.

Picasa
Agora que o seu perfil do Google é mais público do que nunca, você pode escolher se deseja ou não compartilhar suas fotos que estão no Picasa. Felizmente o Picasa tem configuração de privacidade melhor que outros serviços do Google. Vamos dizer que “Fulano” deseja tornar público seu nome de usuário do Gmail, mas, ao mesmo tempo, não quer que outras pessoas vejam suas fotos no Picasa.

Há duas opções: a primeira é personalizar o endereço Web, que pode ser alterado para o nome que desejar. A segunda é ajustar as definições de privacidade na conta do Picasa.

A primeira é simples, pois o Picasa permite qualquer nome, diferente de outros serviços do Google que mudam para um endereço complexo, cheio de números, como já descrevemos acima.

Na segunda opção, o Picasa oferece três níveis de segurança para os álbuns, mas os nomes de cada nível não são tão intuitivos. Ao abrir um álbum, escolha a opção Editar e, em seguida, escolha “Propriedades do Álbum”. No item “Compartilhar”, aparecem os níveis, explicados abaixo:

Público: qualquer pessoa poderá ver seu álbum e suas fotos podem aparecer em pesquisas como a busca de imagens do próprio Google.

Não listado: Álbuns com essa opção usam uma chave de autorização (combinação de letras e números) na URL pública. Somente pessoas que possuam essa combinação no endereço da web serão capazes de ver suas fotos. O Google não informa se essas fotos serão incluídas em pesquisas públicas.

Login necessário para visualizar: esse é o maior nível de privacidade do Picasa e apenas pessoas que você autorizar, serão capazes de ver as fotos. No entanto, qualquer pessoa convidada para ver os álbuns, precisa ter uma conta no Google. Novamente, não há informação se essas fotos serão encontradas em uma pesquisa pública.

Como não exibir seus contatos do Google Buzz
O Google Buzz acaba expondo muito de seus contatos por padrão. Mas é possível esconder sua lista de seguidores, seguindo os passos abaixo:

1. Digite, no navegador, o endereço www.google.com/profiles. Clique no item Ver meu Perfil.

2. Clique em Editar Perfil no canto superior direito da página do seu perfil.

3. Na próxima página, desmarque a caixa à esquerda da foto de seu perfil que diz: Exibir a lista de pessoas que eu sigo e as pessoas que me seguem. Note que não é possível escolher apenas pessoas que lhe seguem ou seus seguidores. Somente existe a opção de esconder todos os seus contatos ou exibir todos.

4. Role a página até a parte inferior e clique em “Salvar Alterações”.

A partir desses passos executados, todas as pessoas que você segue e todos os seus seguidores estarão escondidos do olhar público.

Desconecte-se da conta do Google e visite seu perfil
A última ação que você deve tomar é clicar na opção “Sair” de sua conta do Google e visitar seu perfil público para você ver exatamente o que as outras pessoas vêem. Olhe as informações e visite os links que você adicionou ao seu perfil e questione-se: “Estou confortável com essas informações públicas?”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail