Home > Notícias

Google lança campanha por navegação mais rápida

Empresa criou site com tutoriais, dicas e ferramentas para melhorar o desempenho das páginas web.

Redação do IDG Now!

24/06/2009 às 18h34

Foto:

O Google anunciou uma campanha para deixar a internet mais rápida. A ideia do maior site de buscas do mundo é usar padrões web de maneira mais eficiente, para fazer com que aplicações online e a navegação sejam “tão rápidas quanto virar a página de uma revista”.

“Estamos empolgados em discutir o que aprendemos sobre desempenho online com a comunidade”, disse Urs Hoelzle, vice-presidente de operações do Google, e Bill Coughran, vice-presidente sênior de engenharia, no blog da empresa.

“Para fazer com que navegar pela web seja tão rápido quanto virar uma página de revista, precisamos trabalhar junto com a comunidade e abordar grandes desafios que mantém a web lenta”, disseram os dois executivos.

Como parte dessa iniciativa, o Google lançou um site, no endereço http://code.google.com/speed, com tutoriais, dicas e ferramentas para melhorar o desempenho das páginas web.

“Acredito que velocidade realmente importa”, disse o vice-presidente de engenharia do Google, Vic Gundotra. “E acho que os usuários são capazes de perceber mesmo pequenas diferenças de velocidade em latência e velocidade.”

Segundo Gundotra, a indústria está apenas começando a ver quão rápido a web pode ser. Assistir a vídeos em alta definição e fazer upload de fotos para a web serão aplicações instantâneas em um futuro próximo.

Segundo a empresa, uma área que precisa de atenção são os protocolos usados na infraestrutura de internet. “Muitos dos protocolos foram criados quando a banda larga e conteúdos interativos estavam em suas infâncias.

As redes se tornaram muito mais rápidas nos últimos 20 anos e, atualizando padrões como o HTML e o TCP/IP, vamos criar uma experiência web melhor para todos”, disseram os executivos do Google.

Para o analista da RedMonk Michael Cote, a iniciativa do Google “definitivamente vale a pena”. “Graças a sua forte receita com anúncios, o Google pode se dar ao luxo de subsidiar iniciativas como essa, que não trarão nenhum benefício direto à empresa”, disse.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail