Home > Notícias

Google Street View será investigado pela Itália, França e Alemanha

Países europeus querem saber quais dados privados foram coletados. Google admite erro, mas diz que foi involuntário.

Por PC World/US

19/05/2010 às 17h18

Foto:

Autoridades da França e da Itália se unirão à Alemanha nas investigações sobre o Google Street View, após a companhia ter admitido, semana passada, que os equipamentos que utiliza para o serviço acabaram coletando, involuntariamente, dados privados de redes Wi-Fi.

O Google opera uma frota de carros responsáveis pela compilação de imagens panorâmicas das ruas de cidades que são usadas em seu site de mapas, o Google Maps. Esses veículos também gravam a localização de pontos Wi-Fi, adicionando-os aos mapas, de modo a auxiliar o usuário que deseje encontrar um lugar onde possa acessar a internet.

O que chamou a atenção dos governos, no entanto, é que o Google, além de ter reunido o nome de pontos Wi-Fi, também coletou o tráfico de dados dessas redes. A empresa se defendeu das acusações, dizendo que tudo não passou de um acidente e que seu equipamento troca de canal cinco vezes por segundo, ou seja, só poderia obter fragmentos de informações.

No entanto, supondo que a internet desses pontos funcione a 54M bits por segundo, muitos dados poderiam ser interceptados em um espaço de tempo consideravelmente curto.

Na Itália, as autoridades determinam, primeiramente, que o Google revele desde quando começou a gravar os dados, onde e por quanto tempo eles foram guardados e como seriam utilizados. Depois, exigem que a empresa esclareça que informações foram captadas e se elas foram vendidas.

Na França, não haveria problemas se a companhia tivesse comunicado antecipadamente suas intenções à Comissão Nacional de Computação e Liberdade, descrevendo, também, quais dados seriam guardados e para que propósito serviriam.

Quanto ao Reino Unido, o governo disse que não irá processar a companhia, pois ela prometeu apagar todas as informações que estava guardando. A Alemanha, no entanto, manterá suas investigações.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail