Home > Notícias

Google trabalha em codec para distribuição de vídeo 4K em TVs, PCs e dispositivos móveis

Sony, Samsung, Toshiba, Intel e outras empresas já declararam seu suporte ao codec VP9.

Agam Shah, IDG News Service

03/01/2014 às 12h51

Foto:

A Google está trabalhando com fabricantes de hardware para que novas TVs, smartphones e PCs sejam capazes de reproduzir conteúdo em 4K a partir de serviços de streaming como o YouTube com quase a metade da largura de banda atualmente necessária para isso. Vários fabricantes de TVs e hardware declararam seu suporte ao VP9, um codec para vídeo em 4K desenvolvido pela gigante das buscas. "A partir de 2014 vocês verão produtos de grandes fabricantes de PCs, TVs e dispositivos móveis que usam um novo e mais eficiente formato de vídeo chamado VP9", disse via e-mail Francisco Varela, diretor global de parcerias de plataformas na Google.

Vídeos em 4K tem uma resolução de 3840 x 2160 pixels, ou quatro vezes a de uma imagem em Full HD. Vários fabricantes de TVs já lançaram aparelhos capazes de reproduzir conteúdo em 4K, e grandes empresas do setor como a Sony, Toshiba, Samsung, Panasonic e Sony irão suportar o codec VP9 em seus aparelhos. A LG, Panasonic e Sony irão demonstrar a transmissão em 4K a partir do YouTube em seus estandes na CES 2014, feira de tecnologia que acontece em Las Vegas, EUA, entre 07 e 11 de Janeiro.

Vários fabricantes também planejam o lançamento de poderosas GPUs e SoCs que ajudarão smartphones, tablets e PCs a reproduzir vídeo em 4K. Entre os fabricantes de chips que anunciaram o suporte ao VP9 estão a Nvidia e a Qualcomm, que recentemente anunciou o processador Snapdragon 805, que tem suporte a vídeo em 4K. Chips da Qualcomm são usados em aparelhos da Samsung, LG, Nokia, Sony, Motorola e muitas outras empresas.

Outras empresas que anunciaram seu suporte ao VP9 incluem a Intel, cujos processadores são usados na maioria dos PCs, a Imagination Technologies, que produz as GPUs PoverVR usadas em uma variedade de smartphones, entre eles a família iPhone da Apple, a Marvell, a MediaTek, a RealTek, a M-Star e a Broadcom.

O VP9 compete com o H.265, também conhecido como HEVC (High Efficiency Video Codec) e apoiado pela International Telecommunications Union (ITU), pelo posto de novo padrão para vídeo em 4K. Enquanto não há uma definição, algumas empresas preferem se precaver: a fabricante de processadores Rockchip anunciou no ano passado que seus futuros chips serão capazes de decodificar tanto vídeos em H.265 quanto VP9.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail