Home > Dicas

Gravar vídeos em DVD para assistir em players de mesa requer atenção

Mesmo com um bom software de queimar DVDs, o processo pode não funcionar direito. O problema pode ser o codec utilizado.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

26/01/2009 às 17h32

dvd_recup_150.jpg
Foto:

dvd_recup_150Você baixou sua série de TV predileta em seu disco rígido só que, em vez de assistir no próprio PC, resolveu gravar em DVD para ver na televisão da sala, com o conforto de uma tela maior e amparado por um bom home theater. Mas na hora de reproduzir o disco gravado, uma surpresa desagradável: as imagens ficaram lentas, com irritantes paradinhas, como se o motor do aparelho de DVD estivesse com problema.

> Quer gravar DVDs e CDS? Então conheça e baixe o Nero 9 

Na verdade, há duas situações em que isso pode acontecer. A primeira é o tipo de mídia utilizada. Escolha mídias de marcas conhecidas e fuja de mídias falsificadas por razões óbvias de qualidade.

Além disso, verifique a velocidade em que elas operam. Há mídias no mercado que chegam a 20x e, caso o gravador de DVDs do PC seja atual, é provável que você possa gravar nessa velocidade. O problema é que os players de DVD de mesa muitas vezes não conseguem ler discos gravados em tal velocidade. Confira o manual do seu equipamento e use uma velocidade compatível.

Dica extra: opte por DVD-R e não DVD+R. O problema, nesse caso, não está no tipo de mídia e sim no equipamento que irá reproduzir o disco; players de DVD de mesa, em geral, não aceitam o padrão DVD+R.

Problema de software
Caso o seu problema não esteja relacionado à mídia física, é provável que a culpa seja do codec usado, que não é reconhecido pelo tocador. Codecs são softwares que fazem a codificação e decodificação de um formato de mídia de forma que ele consiga ser executado no PC ou em outro player. Temos aqui, novamente, um problema relacionado a padrões.

Como era de se esperar, existem vários codecs disponíveis, devido aos vários formatos de vídeo e áudio. Por que isso ocorre? Primeiro, porque devem ser compatíveis com os sistemas operacionais em que são executados e segundo porque há vários desenvolvedores disputando o mercado. Uns fazem maior compactação, enquanto outros primam pela qualidade da reprodução.

Mas identificar qual codec é compatível com qual tocador não é tarefa simples. Para ajudar nessa complicada equação, existem utilitários que empacotam os codecs mais comumente usados e facilitam a vida do usuário.

É o caso dos gratuitos Windows Essentials Codec Pack 1.0 e K-Lite Codec Pack Full, que rodam tanto no Windows XP quanto no Vista. Eles podem resolver a maior parte dos problemas de compatibilidade de reprodução de vídeos.

windows_codec_400

Windows Essential Codec Pack oferece os codecs mais populares

Se ainda assim tiver problemas para reproduzir um vídeo em seu DVD player, consulte o site do fabricante do equipamento em busca de informações do codec necessário – é grande, inclusive, a chance de que lá mesmo você encontre um para download.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail