Home > Notícias

Greenpeace critica Apple e o iPad por cloud computing e emissão de carbono

Novo relatório adverte que o crescimento da computação em nuvem, que será utilizada no tablet, trará forte aumento das emissões de gases de efeito estufa

Por IDG News Service

31/03/2010 às 8h58

Foto:

Um novo relatório do Greenpeace adverte que o crescimento da computação em nuvem será acompanhado por um forte aumento das emissões de gases com efeito estufa, e convida as grandes empresas, como Apple, Facebook, Yahoo e Google, a fazer mais para ajudar o meio ambiente.

"A nuvem está crescendo em um momento cujas alterações climáticas e a redução na emissão de gases tornou-se uma preocupação primordial", diz o Greenpeace em relatório divulgado na terça-feira (30/3). "Com o crescimento da nuvem, entretanto, vem um aumento da procura de energia", acrescenta.

De quanto é esse aumento? O Greenpeace admite que é difícil calcular, mas estima que a energia elétrica consumida pelos centros do mundo de dados e redes de telecomunicações - o que chama de "os principais componentes de computação baseados em nuvem" - irá triplicar entre 2007 e 2020.

O relatório, intitulado "Make It Green: Cloud Computing e a sua Contribuição para a Mudança Climática", toma como ponto de partida o lançamento do IPad Apple. O Greenpeace chama o iPad de "um prenúncio do que está por vir", no sentido de que o seu objetivo principal é fazer o download de vídeo, música e livros de serviços baseados em nuvem.

Não é a primeira vez que o Greenpeace tem chamado a atenção para o uso de energia em data centers. Recentemente, o Greenpeace lançou uma campanha contra o Facebook, sobre sua decisão de construir um centro de dados em Prineville, Oregon, que utilizará partes de carvão na captação de energia. Em seu relatório, a entidade contrastou o caso da rede social com uma decisão feita pelo Yahoo, que está construindo um centro de dados em Nova York, e que usará principalmente energia hidrelétrica.

Saiba mais no Computerworld.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail