Home > Notícias

Greve da Foxconn na China interrompe produção do iPhone 5, diz grupo trabalhista

Segundo China Labor Watch, até 4 mil trabalhadores decretaram greve em unidades de fabricação da empresa de Taiwan parceira da Apple.

IDG News Service / EUA

05/10/2012 às 17h28

Foto:

Milhares de trabalhadores entraram em greve em uma fábrica da Foxconn na China nesta sexta-feira, 5/10, interrompendo algumas linha de produção, informou o grupo de direitos trabalhistas China Labor Watch.

Segundo o grupo, que alega ter recebido as informações de funcionários da fábrica, a greve na unidade de Zhengzhou da Foxconn começou na tarde de hoje (horário local) e envolveu um número entre 3 mil e 4 mil trabalhadores. 

Os trabalhadores estão insatisfeitos por causa das exigências mais rigorosas de controle de qualidade introduzidas para o novo smartphone da Apple, informou o China Labor Watch. Outro motivo de revolta seria o fato de precisarem trabalhar durante um feriado nacional da China.

“Segundo os trabalhadores, várias linhas de produção do iPhone 5 de diversas unidades estavam paralisadas hoje durante todo o dia”, disse o grupo, que também informou que os inspetores de controle de qualidade foram atacados.

A Apple não respondeu imediatamente ao nosso pedido por comentário e a Foxconn, em Taiwan, não pôde ser encontrada para falar sobre o assunto. 

Leia também:

- Review: iPhone 5 é o próximo passo na evolução dos smartphones

iphone5_435

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail