Home > Notícias

Greve na Receita pode parar fábricas de eletrônicos em um mês

Cássio Pedrão, gerente-geral da Metrologic, diz que estoque de fabricantes acabará em um mês se quadro não for revertido.

Redação da ChannelWorld

11/04/2008 às 16h29

Foto:

"Caso o quadro não seja revertido, devemos ver o fim dos nossos estoques em menos de um mês", reclama Cássio Pedrão, gerente-geral da Metrologic, fornecedora de produtos para automação comercial, bancária e industrial, referindo-se à paralização dos auditores da Receita Federal, deflagrada no dia 18 de março.

A companhia movimentou mais de 140 mil itens em 2007, entre coletores e leitores de dados, e conta com os estoques de quatro distribuidores - CDC, BP Solutions, DV Automação e Ingram Micro - que abastecem 3,5 mil parceiros. "Os estoques dos distribuidores também têm data para acabar", informa Pedrão.

O executivo afirma, ainda, que mesmo que a companhia consiga liberar seus produtos junto à Receita, os outros fornecedores também sofrem com a demora da operação. "Como nossos parceiros vendem soluções integradas, a demora na liberação dos produtos pode resultar em uma paralização em cascata de todo o mercado", avalia o gerente-geral, sem estimar o tamanho do prejuízo para a companhia e para o setor.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail