Home > Notícias

Há seis celulares para cada grupo de dez habitandes no mundo, diz UIT

Estudo mostra que países em desenvolvimento foram os responsáveis por dois terçõs dos novos usuários do ano passado.

Redação do Computerworld

02/03/2009 às 11h11

Foto:

O ano de 2008 chegou ao fim com mais de 4 bilhões de assinantes de telefonia celular, o equivalente a uma taxa de penetração de 61%, segundo dados da International Union Telecommunications (UIT). Se distribuídos igualmente entre a população mundial, tal número corresponderia a seis aparelhos para cada grupo de dez habitantes.

Os países em desenvolvimento foram responsáveis por dois terços dos usuários que aderiram ao uso de celular no ano passado, segundo o relatório ICT Development Index (IDI), divulgado nesta segunda-feira (02/03).

Em 2002, menos da metade dos novos usuários de celular vinham de países em desenvolvimento. Mesmo assim, o custo das tecnologias da informação e comunicação (TIC) é maior nessas regiões.

Em média, o custo das tecnologias consumiu 15% da renda per capita média dos usuários, passando de 1,6% nos países desenvolvidos para 20% nas nações em desenvolvimento. Ou seja, onde as pessoas têm salário menor, a inclusão digital é mais cara, devido a impostos locais.

O menor custo está em Bangalore (Índia), Luxemburgo e Estados Unidos, respectivamente.

Em relação à internet, 6,7 bilhões de pessoas, ou quase um quarto da população mundial, acessam a web. No entanto, aponta a UIT, as taxas de penetração de internet móvel e fixa permanecem baixas, respectivamente 6% e 5%.

O relatório aponta ainda Suécia é o país que teve maior índice de desenvolvimento de suas tecnologias da informação e comunicação entre 2002 e 2007. O estudo compara 11 indicadores de 154 países, incluindo acesso às tecnologias, uso e habilidades, além de domicílios com computador.

Todos os países apresentaram nível de desenvolvimento de 30% no período. A maioria dos 10 que mais evoluíram nos cinco anos analisados são da região norte da Europa.

O ranking continua com a República da Coréia, exceção à evidência acima. Depois, estão a Dinamarca, a Holanda, Islândia e Noruega.

Os países da América do Norte também têm ótima pontuação, enquanto países em desenvolvimento, principalmente na África, têm os menores índices. Algumas nações em desenvolvimento cresceram consideravelmente no período, como o Paquistão, a Arábia Saudita, China e Vietnã.

Entre as economias que mais se desenvolveram estão a Romênia, Luxemburgo, Emirados Árabes, Japão, Itália, França e Irlanda.

A maioria do progresso se deu no acesso às tecnologias, incluindo telefonia fixa e móvel, banda larga e domicílios com PC e internet. Com relação ao uso, incluindo o número de internautas, a evolução foi bem menor.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail