Home > Notícias

Help Aéreo promete ajuda a passageiros com perdas de malas e vôos

Aplicativo gratuito para iOS conecta usuários lesados por companhias aéreas com advogados e ajuda a encaminhar ação na Justiça

Da Redação

27/07/2014 às 19h13

help aereo 520.jpg
Foto:

Malas extraviadas ou roubadas, vôos atrasados, conexões perdidas. Nenhum viajante escapa desse risco nos aeroportos do mundo inteiro. A startup brasileira Fill The Blank (FTB), voltada para o desenvolvimento de aplicativos com foco em utilidade pública, promete pelo menos ajudar a resolver o problema mais rápido.

Ela acaba de lançar o app Help Aéreo, para iOS. A ferramenta é gratuita e promete facilitar o acesso dos passageiros a indenizações por maus serviços prestados pelas companhias aéreas. O usuário pode formalizar a queixa por meio do aplicativo, ainda no local da ocorrência, sem perder tempo e energia.

“O Help Aéreo nasce com a proposta de ser um meio para se alcançar um fim. Ele é um facilitador para que o passageiro possa garantir seus direitos quando perceber algum tipo de incompatibilidade entre o que foi contratado e o que foi ofertado”, explica o sócio da FTB, Leonardo Soltz.

Como funciona

Entre o consumidor lesado e a empresa responsável há seis passos a serem seguidos no aplicativo para entrar com uma ação. A ocorrência é imediatamente enviada para um dos escritórios de advocacia cadastrados na plataforma. As informações encaminhadas são analisadas desde o fato ocorrido até sua procedência, antes do ajuizamento de qualquer medida.

“A ação judicial é um assunto muito sério e o Help Aéreo não
incentivará ou participará de aventuras jurídicas. Caso nossos advogados entendam que a companhia aérea não tem a obrigação de indenizar, o usuário receberá um e-mail com essa informação e a nossa justificativa para o não ajuizamento”, afirma Getúlio Santos, advogado e sócio da FTB.

Só paga se ganhar

Se a ação for recomendada, no entanto, o usuário não paga qualquer taxa ou honorários iniciais para o ajuizamento de uma ação.
Os advogados da plataforma serão remunerados somente se o usuário ganhar a causa e for indenizado pela empresa aérea. Nesse caso, o
pagamento é de 25% sobre o valor da indenização recebida, porcentagem média praticada no mercado.

O download do app é gratuito e sua base possui parcerias com escritórios de advocacia em todo o país. “Ainda que o Help Aéreo decida por ajuizar uma ação, não há qualquer garantia de que a empresa aérea será condenada a indenizar o usuário que se sentir lesado. Caberá ao juiz ouvir ambas as partes e decidir, de acordo com a legislação, quem tem razão”, esclarece Santos.

Contexto

De acordo com dados da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), mais de 27 mil ações são ajuizadas anualmente no Brasil em decorrência de algum problema envolvendo aeroportos ou companhias aéreas. Esse número poderia ser ainda mais significativo se grande parte das pessoas não desistisse de fazer a ocorrência assim que deixasse o aeroporto

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail