Home > Dicas

HFS é uma maneira fácil de compartilhar arquivos pela internet

Rode este software no PC, arraste e solte os arquivos desejados para que fiquem disponível para transferência.

Ian Harac, da PC World / EUA

05/12/2008 às 11h53

P2P_150.jpg
Foto:

P2P_150O HFS - Http File Server é uma idéia genial que infelizmente exige um pouco mais de conhecimento técnico do usuário do que deveria para ser uma solução de compartilhamento de arquivos pela internet próxima do ideal.

Com o HFS, é possível configurar seu PC – da empresa ou aquele que se tem em casa – conectado à internet para que seus colaboradores, amigos e familiares tenha acesso a determinados arquivos de forma simplificada. Desde que, claro, sua conexão web, o roteador e o firewall estejam devidamente configurados.

O uso do programa não poderia ser mais simples – nem instalá-lo é preciso, basta rodar o arquivo executável. Uma vez em execução, arraste os arquivos desejados para a janela e... só. Os arquivos já estarão sendo compartilhados.

Qualquer pessoa poderá, agora, se logar em seu computar – ou se conectar diretamente caso você não tenha configurado uma usuário e senha para isso – e fazer o download do(s) arquivo(s) compartilhado(s).

Leia também: 
> Web 2.0: como compartilhar arquivos e idéias
> 7 utilitários e serviços para compartilhar e armazenar arquivos 

A não ser que, naturalmente, seu roteador não esteja configurado adequadamente para permitir acesso por determinadas portas. Ou então que o firewall tenha deixado tais portas fechadas. Caso essas duas situações soem como grego para você, é provável que você precise de ajuda de um amigo com mais conhecimento nesse tipo de coisa para ajudá-lo.

Basicamente, o HFS é servidor web que fica rodando em seu computador. Qualquer um que tenha PC com browser com acesso à web e conheça o endereço IP da sua máquina (ou domínio, caso tenha um) poderá ver o conteúdo dinamicamente gerado (e facilmente modificado por você) em uma página web na qual estão listados os arquivos que você colocou lá para serem compartilhados.

Caso deseje, você pode exigir que esses ‘clientes’ entrem com um login e senha para ter acesso ao seu próprio serviço de P2P. Nesse caso, é você que deve configurar tais recursos.

hfs_tela02.jpg

O legal é que o HFS inclui uma porção de recursos avançados. Pode-se, por exemplo, determinar as portas que o servidor deve usar, modificar o template da página que os clientes terão acesso da forma que você quiser, limitar o número de conexões e muito mais.

Dada a complexidade relacionada à configuração básica de servidores HTTP, o HFS é incrivelmente mais fácil. Porém sua documentação é escassa e assume-se que os usuários tenham certo nível de conhecimento técnico.

Caso este seja o seu caso, é provável que já esteja com o software em execução antes mesmo de acabar de ler este artigo. Se este não for o seu caso, saiba que vale a pena esmiuçar a ferramenta até conseguir colocá-la em funcionamento pleno. A página do desenvolvedor possui uma extensa relação de perguntas e respostas – as FAQ do HFS (em inglês) - que poderá ajudá-lo com eventuais problemas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail