Home > Notícias

HP afirma que pretende lançar mais tablets

CTO do grupo de mobilidade da empresa diz que a idéia é criar uma linha de tablets para consumidores e empresas.

Agam Shah, IDG News Service

26/02/2013 às 15h05

Foto:

A HP chamou a atenção durante o Mobile World Congress 2013 com seu novo tablet Slate 7 e também com a venda do sistema operacional WebOS para a LG, mas a empresa espera colocar as distrações passadas para trás e planeja lançar mais tablets no futuro. “Você pode esperar no futuro o lançamento de uma família de produtos”, disse Shane Wall, CTO do grupo de mobilidade da HP, em uma entrevista durante o MWC. 

O Slate 7, um tablet Android com tela de 7 polegadas, atraiu uma pequena multidão ao estande da HP, com pessoas fazendo fila par fotografar ou usar o aparelho. A empresa literalmente mergulhou de cabeça no conceito de um tablet de baixo custo e decidiu diferenciar seu produto pelo preço e também por recursos como duas câmeras e um slot para cartões microSD para expansão de memória.

O Nexus 7, da Google, custa mais caro (a partir de US$ 199) e tem um processador quad-core mais poderoso, mais memória, uma tela com resolução mais alta e roda o Android 4.2, mas ainda assim a HP acredita que irá vender muitos tablets por US$ 169 cada. “Obviamente chegamos tarde”, disse Wall. “Mas decidimos ver o quão agressivos podemos ser no mercado low-end”.

O Slate 7 também marca a reentrada da HP no mercado de tablets para o consumidor após uma desastrosa tentativa com um modelo baseado no sistema operacional webOS, que adquiriu junto com a Palm em 2010 por US$ 1.2 bilhões. O primeiro e único tablet com webOS, o TouchPad, foi lançado em 2011 mas logo foi descontinuado, junto com os smartphones baseados no sistema. Desde então a HP lançou tablets para o mercado corporativo como o ElitePad 900 com Windows 8, e agora a empresa adota o Android nos modelos para o consumidor.

hp_slate7_mao-360px.jpg
O tablet HP Slate 7

Nesta segunda-feira a HP também anunciou a venda de ativos relacionados ao webOS, incluindo seu código-fonte e equipe de desenvolvimento, para a sul-coreana LG Electronics por um valor não divulgado. A LG pretende usar a tecnologia para expandir a integração à web em suas SmartTVs.

A HP está de distanciando do passado e formou um novo grupo de mobilidade com um novo olhar para o mercado de dispositivos móveis para o consumidor. “Quando a Meg [Whitman, CEO da HP] assumiu ela enfatizou a necessidade de, a longo prazo, participar do mercado de mobilidade. Tínhamos de esquecer as coisas que aconteceram no passado”, disse Wall.

Wall, que se juntou à HP há pouco tempo, disse que a experiência com o webOS e a Palm ajudou no design do Slate 7. “Eu não estava aqui na época do webOS ou da da Palm... mas certamente minha equipe se beneficiou das pesquisas e experiência adquiridas neste período”, disse o executivo. “Aproveitamos toda a experiência que tínhamos”.

A HP considerou o Slate 7 por um ano, e o desenvolveu rapidamente. Inicialmente a empresa está focando em tablets, e Wall não disse se um smartphone pode ser lançado em breve. Mas disse que o preço agressivo pode ajudar a empresa a ganhar mercado rapidamente.

No passado a empresa ganhou brevemente participação de mercado quando decidiu descontinuar o TouchPad e vender o estoque restante a US$ 99 cada. A decisão gerou um furor entre os consumidores, o que deu à HP um breve impulso no mercado, que desapareceu rapidamente assim depois as unidades do tablet se esgotaram.

A HP diz ter trabalhado em conjunto com a Google no Slate 7, e pode haver uma atualização para a versão 4.2 do sistema operacional Android no futuro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail