Home > Notícias

HP anuncia o SlateBook X2, um notebook com Android

Aparelho é baseado no processador Nvidia Tegra 4, tem tela de 10.1 polegadas e autonomia de bateria para até 14 horas de uso contínuo

Agam Shah, IDG News Service

15/05/2013 às 12h23

Foto:

A HP está anunciando um novo híbrido de tablet e notebook. Batizado de SlateBook X2 e baseado no sistema operacional Android, o aparelho tem uma tela de 10 polegadas destacável, que pode funcionar independentemente como um tablet.

O X2 é o segundo aparelho da HP com Android. O primeiro foi o Slate 7, um tablet que começou a ser vendido em Abril e custa US$ 170. O SlateBook X2 é vendido em um “pacote” com o tablet e a dock com teclado, e o tablet não pode ser vendido separadamente. O preço sugerido é de US$ 479,99, e o aparelho chega às lojas nos EUA em agosto. A HP não informou sobre o lançamento do aparelho em outros países.

Embora comprar apenas um tablet possa parecer uma opção mais em conta, há um crescente interesse entre os consumidores por dispositivos híbridos, diz David Conrad, diretor de “consumer product management” na HP, que afirma que os híbridos dão aos consumidores “muito mais”.

O Android é usado principalmente em smartphones e tablets, mas o SlateBoox X2 é um meio termo entre um tablet e um notebook. “Creio que o Android pode funcionar bem entre os PCs. De certa forma é uma coisa nova”, disse Conrad. “O que queremos é amplificar algumas das coisas que você pode fazer com ele, que você pense na máquina como um notebook”.

O sistema é uma boa opção para navegação na web, e-mail, jogos e redes sociais, mas a HP deu ao SlateBook X2 um “tratamento especial”. A HP fez pequenas mudanças na interface, e adicionou recursos como um gerenciador de arquivos para que os usuários tenham melhor controle sobre o sistema de arquivos. Também há novo software que permite a criação de documentos e apresentações em formatos compatíveis com o Microsoft Office. E o teclado tem teclas específicas para Android, como nos notebooks com Windows.

A HP ainda não está oferecendo seu próprio conjunto de serviços “na nuvem”, mas os usuários podem comprar apps, filmes, livros e músicas através do Google Play, e armazenar arquivos em serviços online como Google Drive, Dropbox e Box sem problemas. Segundo a HP o público-alvo do SlateBook são estudantes e pessoas que já são usuárias de aparelhos Android.

A tela do híbrido tem 10.1 polegadas e resolução de 1920 x 1200 pixels. A autonomia de bateria, segundo a fabricante, fica entre 12 a 14 horas combinando duas baterias, uma atrás da tela e outra sob o teclado. Nele também há portas USB para conexão de periféricos ou até mesmo HDs externos.

hp_slatebookx2-360px.jpg
HP SlateBook X2: híbrido com Android e processador Tegra 4 vira tablet

O processador do SlateBook X2 é o poderoso Nvidia Tegra 4, um modelo quad-core baseado na arquitetura ARM Cortex A15 rodando a 1.9 GHz. O processador tem 72 núcleos para processamento gráfico, e é capaz de produzir imagens com resolução de até 3200 x 2000 pixels.

O novo híbrido é parte da linha X2 de produtos da HP, que inclui o Envy X2, um notebook que também tem uma tela destacável. Segundo Conrad, muitos dos usuários que estão pensando em atualizar seus PCs estão interessados em híbridos. “Vimos interesse nisso. A resposta que obtivemos ao Envy X2 foi bastante positiva no geral. Positiva o suficiente para que possamos expandir o conceito”, disse o executivo.

Tablets fazem sucesso, mas adicionar um teclado e vendê-los como um PC pode não ser algo bem recebido pelos consumidores, disse David Daoud, diretor de pesquisa na IDC.

“Acho que é uma estratégia arriscada. Porque os consumidores tem de ser forçados a adquirir um teclado separado se ele não está fisicamente conectado a máquina?", disse Daoud.

A IDC está fazendo previsões conservadoras sobre o volume de híbridos entregue pelos fabricantes ao mercado, já que ainda não há um mercado estabelecido para estes produtos, disse Daoud. Os fabricantes de PCs estão experimentando novos designs para ver “o que cola”. “Você verá um monte de produtos, mas muitos deles provavelmente não irão sobreviver”, disse ele.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail