Home > Notícias

HP é acusada de suborno de US$ 10,8 milhões

Esquema teria sido utilizado para vencer uma concorrência de US$ 50 milhões; escritório em Moscou foi vasculhado ontem (14/4).

IDG News Service/EUA

15/04/2010 às 7h59

Foto:

Policiais russos realizaram uma batida ontem (14/4) nos escritórios da HP em Moscou, Rússia, em busca de provas para uma investigação de suborno de milhões de dólares.

O caso em questão envolve um contrato de 35 milhões de euros (47,8 milhões de dólares) para o fornecimento “e "computadores de primeira linha destinados ao fornecimento de comunicação segura aos promotores na Rússia”, segundo notícia divulgada pelo Wall Street Journal.

Investigadores na Alemanha e na Rússia verificam as acusações que a HP pagou 8 milhões de euros (10,8 milhões de dólares) em suborno para vencer a concorrência, que aconteceu em agosto de 2003.

Um porta-voz da HP confirmou que foram realizadas buscas no escritório da empresa. 
“Esta é uma investigação de uma suposta conduta que teria acontecido há quase sete anos, por empregados que não estão mais na HP. Estamos colaborando com as autoridades na Alemanha e na Rússia e continuaremos com nossas investigações internas”, afirmou a empresa por e-mail.


Já os promotores da Alemanha conduzem a investigação de uma complexa rede de pagamentos e companhias de fachada em várias regiões, como Reino Unido, Áustria e Estados Unidos, segundo o Wall Street Journal.

A HP soube da investigação em dezembro do ano passado, quando investigadores da Alemanha e da Suíça realizaram buscas e apontaram o nome de dez suspeitos no caso.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail